BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE orienta entidades sobre Leis de Incentivo

Data03/09/21
|CategoriaNotícias

A convite da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), técnicos do BRDE explicaram nesta quinta-feira (02) os procedimentos que devem ser adotados por Ongs, produtores culturais, associações esportivas e outras entidades da cidade, interessadas em receber aportes das Leis de Incentivo. Por videoconferência a Assessora de Comunicação da AGFLO, Deborah Sabatini e o Coordenador do CRESA, Eduardo Grijó, tiraram dúvidas, explicaram as singularidades de cada Lei, os tipos de projetos que o BRDE costuma apoiar – com base na política de responsabilidade socioambiental do banco – além de instruir os interessados sobre como navegar pelo site e cadastrar o projeto.

“Oportunidades como esta democratizam a informação e ajudam a esclarecer as entidades, evitando que os interessados fiquem pelo caminho por erro na inscrição”, explica Deborah.

O encontro virtual promovido pela Acic teve duração de aproximadamente uma hora e reuniu trinta e seis interessados.

“Temos um regramento claro e um processo muito rígido para inscrição e análise dos projetos. Inicialmente parece uma burocracia desnecessária. Mas com o tempo as entidades compreendem que é um cuidado necessário, que garante a lisura de todo processo”, complementa o Diretor Financeiro, Vladimir Arthur Fey.

Para se habilitar aos aportes das Leis de Incentivo os interessados precisam aprovar o projeto para captação na Lei de Incentivo à Cultura ou Lei do Audiovisual; Lei de Incentivo ao Esporte; Fundo da Infância e Adolescência; Fundo Nacional do Idoso; Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica ou Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência. Estando apto o próximo passo é inscrever o projeto em portais como o do BRDE. Esta etapa se encerra em 30 de setembro e é seguida pela análise técnica dos projetos e validação em diretoria.

Nos últimos seis anos o BRDE disponibilizou R$ 23,7 milhões para projetos sociais esportivos e culturais nos três estados de atuação. Santa Catarina recebeu R$ 7,9 milhões para 193 projetos, impactando diretamente mais de 150 mil pessoas.


Logo BRDE