BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Penitenciárias gaúchas recebem mais livros doados pelo BRDE

Data27/08/21
|CategoriaNotícias

Mais três estabelecimentos penais gaúchos receberam coleções de livros doados pelo BRDE por meio do Projeto Pró-Biblioteca, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. A entrega foi feita pela diretora-presidente do banco, Leany Lemos, e o diretor de Planejamento, Otomar Vivian, para o secretário Mauro Rauschild, titular da Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo do Rio Grande do Sul (SJSPS), na quinta-feira (26/08), na sede do banco, em Porto Alegre.

Em 2020, oito coleções já tinham sido entregues pelo BRDE a penitenciárias indicadas pela Secretaria, nos municípios de Arroio dos Ratos, Bento Gonçalves, Espumoso, Lajeado, Santa Vitória do Palmar, São Francisco de Assis, Sarandi e Três Passos. Agora os 600 livros foram destinados às penitenciárias estaduais de Sapucaia do Sul, Guaíba e Porto Alegre, sendo a de Guaíba um estabelecimento prisional feminino.

Desde 2018, o BRDE entrega coleções de livros para acervos de escolas e de instituições públicas que desenvolvem projetos de leitura, via Pró-Biblioteca. “A ideia de também contemplar penitenciárias foi apresentada pelo BRDE e, na época, a editora consultou o Ministério da Cultura e obteve a autorização para ampliar o benefício para além das redes escolares”, relatou Paulo Lima, sócio-diretor da L&PM Editores, proponente do projeto. Em dois anos de apoio ao Pró-Biblioteca, foram doados 3.800 livros, entre escolas e unidades penais.

Leitura e cidadania 

“Em nome do sistema penal e das vinculadas, Susepe e Fase, e em nome de toda a população carcerária, dos jovens e adolescentes do sistema socioeducativo que serão os beneficiários, agradeço ao BRDE”, disse Mauro Hauschhild. “O livro também é a porta da remissão da pena, para permitir que o jovem possa sair do sistema o mais rapidamente possível. Esse é um trabalho muito importante e que só é possível porque já temos os livros e temos a estrutura dentro da unidade prisional, e porque as pessoas enxergam a possibilidade de, a partir do livro, terem uma chance não só de se preparar, de se qualificar, mas de se formar, e até de despertar o caráter lúdico, o imaginário. O livro é uma alternativa para eles”, enfatizou o secretário.

O diretor de Planejamento, Otomar Vivian, destacou a “missão extraordinária que os senhores fazem ajudando a cuidar de uma parte da sociedade que está privada de liberdade”, dirigindo-se aos servidores públicos presentes. “O BRDE é um banco de desenvolvimento e não se pode pensar em desenvolvimento que não tenha um processo de cidadania”, afirmou. “O caminho mais eficiente de todos, o mais eficaz, é o caminho da educação”, completou o diretor.

A presidente Leany Lemos reforçou o compromisso do BRDE com as políticas públicas de responsabilidade socioambiental: “Construir o futuro, impactar a vida das pessoas é papel do setor público. E o BRDE tem também como missão impactar o futuro. Estamos trabalhando nesse sentido”.

Equipe mobilizada

O secretário Mauro Hauschild foi acompanhado por sua equipe de diretores, superintendentes e técnicos da SJSPS, da Susepe e da Fase, órgãos vinculados à Secretaria, além dos dirigentes das três penitenciárias contempladas. Estiveram no BRDE, pela SJSPS, a diretora Administrativa, Telma Feijó; a diretora de Justiça, Daniela Retzer; a representante do Departamento de Políticas Penitenciárias da SJSPS, Léa Boa Duarte. A FASE foi representada por sua presidente, Sonia DÁvila, e pela diretora Socioeducativa, Claudia Patel. Pela Susepe, participaram o superintendente José Giovani Rodrigues e o diretor de Tratamento Penal, Cristian Colovini. Também esteve presente a delegada Patricia Picolotto, da 10ª Delegacia Penitenciária Regional de Porto Alegre.

Os livros da Penitenciária Estadual e Sapucaia do Sul foram entregues para a administradora Rita Graciele Leonardi, os da Penitenciária Estadual de Porto Alegre, para o administrador Giovani Soares Oliveira, e os da Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba, para a diretora substituta, Isadora Carlotto Minozzo.

Fotografia: Gerson Turelly


Logo BRDE