BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Nova regra do FCO vai facilitar liberação de crédito para investimento em energia renovável no MS

Data04/05/16
|CategoriaNotícias

O BRDE tem expectativa de, em breve, por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), financiar empreendimentos em energia renováveis, como PCHs, biomassa, parques eólicos e centrais fotovoltaicas também para empreendedores no Mato Grosso do Sul.
Até recentemente, a regra dos Fundos Constitucionais previa o financiamento de projetos de geração de energia somente nos casos em que o autoconsumo superava 50% da produção. Com a publicação pelo Ministério da Integração, no dia 20 de abril, de um despacho ampliando as possibilidades para financiamento a projetos de energia pelos Fundos Constitucionais, abre-se uma nova janela de oportunidade para os empreendedores.
“O despacho atende a uma demanda antiga dos Conselhos Estaduais. A matriz energética brasileira enfrenta já há algum tempo a necessidade de ampliar as fontes geradoras e rever a participação das térmicas, mais caras e poluentes”, destaca Tatiana Henn, Gerente de Planejamento da Agência do Paraná do BRDE.
A medida foi anunciada pelo Ministério de Integração Nacional na semana passada no Diário Oficial da União e vale também para os fundos constitucionais do Norte e Nordeste. A expectativa do Governo Federal é que a contratação de crédito para projetos de geração, transmissão e distribuição de energia cresça R$ 1,5 bilhão com a mudança nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.
“A nova possibilidade certamente representará uma importante fonte de financiamento para os empreendedores das regiões Centro Oeste. O BRDE, através do Programa BRDE Energia, estará à disposição para analisar e apoiar projetos no setor no Mato Grosso do Sul”, conclui Tatiana.
Para que seja possível contratar financiamento para projetos de energia dentro das novas condições, o Conselho de Desenvolvimento do Mato Grosso do Sul ainda precisa se manifestar quanto ao conteúdo do despacho, especificando as regras de aplicação dos recursos no Estado. Depois disso, o BRDE, enquanto repassador de recursos do FCO em Mato Grosso do Sul, poderá apoiar projetos de energia renovável naquele estado.


Logo BRDE