BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Na Expointer, BRDE e Cotribá assinam financiamento para fábrica de rações

Data09/09/21
|CategoriaNotícias

Com investimento de R$ 60 milhões, unidade vai produzir 72 toneladas/dia em Ibirubá

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Cotribá, cooperativa agropecuária mais antiga do país, assinaram contrato de financiamento para a construção de uma nova fábrica de rações. A unidade será instalada em Ibirubá, município localizado na região do Alto do Jacuí, e terá capacidade de produzir, numa primeira etapa, 72 toneladas de ração por dia. O projeto está orçado em R$ 60 milhões, dos quais o BRDE está disponibilizando R$ 35 milhões em crédito.

O contrato foi assinado nesta quarta-feira (8/09), durante a 44ª edição da Expointer, que ocorre no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O evento contou com as presenças da diretora-presidente do BRDE, Leany Lemos, do diretor de Operações do banco, Otomar Vivian, e do presidente da cooperativa, Celso Leomar Krug. A assinatura foi acompanhada ainda pelo deputado estadual Clair Kuhn e as áreas técnicas do banco e da cooperativa. Pelo BRDE, estiveram presentes também o superintendente da agência do Rio Grande do Sul, Paulo Raffin, o gerente de Planejamento, Alexander Leitzke, e o gerente-adjunto regional, Márlon Bentlin.

Além de aumentar o volume e comercialização de rações para o gado leiteiro, a nova fábrica representará maiores ganhos de produtividade dos rebanhos através da incorporação de novas tecnologias. O projeto recebeu, inclusive, o selo de inovação e enquadramentos junto à Finep. Fundada em 1911 e com sede em Ibirubá, a Cotribá reúne mais de oito mil associados e tem cerca de 15 mil clientes. Está presente em 24 municípios do Rio Grande do Sul.

Apoio ao agro

Nos três estados do Sul, o BRDE projeta contratações ao redor de R$ 1,1 bilhão para o Plano Safra 2021/2022. Desse volume, cerca de R$ 150 milhões são de recursos próprios (Programa Equaliza Sul). No primeiro semestre deste ano, um total de 1.393 contratos de financiamento já foram assinados, em especial em favor do setor agropecuário (823 contratos).

A oferta de crédito do BRDE para esta edição da Expointer é de R$ 200 milhões, porém não há um teto, ou seja, haverá recursos se a demanda dos produtores e cooperativas for acima do valor estimado.

 


Logo BRDE