BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Indústria da região Sul tem números positivos no mês de novembro

Data14/01/21
|CategoriaNotícias

Os três estados de atuação do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) registram, ao longo do mês de novembro de 2020, aumento da produção industrial acima da média nacional. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (14/01) pelo IBGE, estão também entre os que tiveram avanço mais intenso na comparação com igual mês do ano anterior, o que indica uma recuperação após os efeitos causados pela pandemia da Covid-19.

No ano passado, o BRDE superou a marca de R$ 755 milhões em financiamentos para o setor industrial nos três estados do Sul. O montante é quase 25% superior às operações de crédito do ano anterior (R$ 606 milhões).

Enquanto o crescimento da indústria em novembro ficou em 1,2% em todo o país, no Rio Grande do Sul o avanço da produção no setor, comparando com o mês de outubro, alcançou 3,8%, enquanto Santa Catarina registrou 2,8%. O Paraná repetiu a média nacional (1,2%) e integra a lista de oito estados pesquisados com resultados positivos.

Trimestral

A média móvel trimestral cresceu 1,7% no trimestre encerrado em novembro de 2020 frente ao nível do mês anterior, conforme os indicadores conjunturais apurados pelo IBGE. Esse indicador ficou positivo em 11 dos 15 locais pesquisados, com destaque para os avanços mais acentuados registrados por Paraná (4,5%), Santa Catarina (3,4%) e Rio Grande do Sul (3,1%), que também figuram no topo desse ranking trimestral.

Na comparação com novembro de 2019 e o mesmo mês de 2020, a produção industrial cresceu 2,8% em todo o país, com dez dos quinze locais pesquisados apontando resultados positivos. Paraná (14,0%), Santa Catarina (11,1%) e Pernambuco (10,0%) assinalaram os avanços mais intensos. Rio Grande do Sul (8,7%), Amazonas (7,8%), Ceará (6,0%), Minas Gerais (5,2%), São Paulo (4,7%) e Região Nordeste (3,0%) também mostraram avanços mais intensos do que a média nacional (2,8%).


Logo BRDE