BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Governadores assinam resolução para integrar inspeção de produtos de origem animal

Data09/02/17
|CategoriaNotícias

Durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) nesta quarta-feira (8), no auditório do Show Rural Coopavel 2017, em Cascavel, os governadores do Paraná, Beto Richa, de Santa Catarina, Raimundo Colombo, do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, e de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, assinaram resolução sobre o projeto de lei que autoriza a equivalência dos serviços estaduais de inspeção de produtos de origem animal entre os membros da entidade.
“A inspeção sanitária integrada vai fortalecer a comercialização de produtos de origem animal entre nossos estados, facilitando e melhorando a vida dos nossos produtores, que terão ampliação e facilidade para comercializar os produtos”, disse o governador Beto Richa. O projeto de lei, que será enviado aos poderes legislativos dos estados, vai permitir o reconhecimento bilateral na fiscalização de produtos de origem animal. Isso significa que um alimento vistoriado em Santa Catarina não precisaria ser verificado novamente no Paraná, desde que seja feito um acordo entre os dois estados.
“Hoje há uma restrição de boa parte das pequenas e médias agroindústrias de venderem sua produção além do município ou do Estado. Com a auditoria cruzada nos quatro estados que compõem o Codesul, que é o que estamos propondo, poderemos abrir os horizontes mercadológicos”, disse o secretário da Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara. Para que uma empresa possa comercializar produtos de origem animal fora dos limites do município ou do estado, é preciso uma certificação do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA).
“O que dificulta a certificação é que o governo federal exige que a inspeção das carnes seja feita por um veterinário do setor público, mas o problema é que não há funcionários suficientes para atender a demanda”, disse Inácio Afonso Kroetz, diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e presidente do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa). O projeto de lei assinado pelos governadores, caso seja aprovado, também vai dar aos estados e municípios a possibilidade de vistoriar seus produtos.


Logo BRDE