BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Fundadores do Supermercado Boza mostram que ter um sonho e traçar uma meta é chave para o sucesso*

Data07/12/21
|CategoriaNotícias

Com veia empreendedora, Joraci e Sônia Boza acreditaram nos seus sonhos e correram atrás, toda a dedicação transformou um pequeno mercado, em uma rede com cinco supermercados na Fazenda Rio Grande

O Supermercado Boza, foi inaugurado em 27 de novembro de 1993, por Joraci e Sônia Boza, mas a história do Supermercado Boza começa antes desta data, quando o jovem casal ainda namorava e sonhava em conquistar seu próprio negócio. Na época, Joraci trabalhava como pedreiro e Sônia como auxiliar de contabilidade em um escritório.

Lá no início do sonho, os fundadores não pensavam em ter um mercado, pelo fato da estrutura dos mercados serem maiores, assim como a necessidade de investimento. “A gente pensava numa lojinha de roupa, numa papelaria, uma coisinha pequena que desse para trabalhar e eu continuar no meu trabalho” relembra Joraci.

Os fundadores contam que não foi fácil juntar dinheiro para o investimento, ainda mais naquela época, “você juntava e juntava dinheiro, vinha lá 20, 30% [de inflação] ao mês, detonava o dinheiro da gente, mesmo que investisse em poupança, comprasse alguma coisa” explicam. Foram aproximadamente cinco anos para juntar o dinheiro e em 1990, compraram a sociedade de um pequeno mercado na Fazenda Rio Grande. “Ao todo, a loja tinha cerca de 200 metros, só um balcãozinho de açougue, não tinha panificadora, não tinha hortifrúti, não tinha iogurte, não tinha nada” contam.

Supermercado Boza

Foram três anos tentando deixar o mercado aberto, porém, em 1993, decidiram abrir mão da sociedade e montar o tão sonhado “próprio negócio”. Foi quando compraram o terreno, que fica em frente ao Supermercado Boza do bairro Eucalipto. “Eu sempre tive vontade de montar um comércio, quando conheci a Sônia, ela embarcou na ideia”, afirma Joraci.

O Boza está no mercado há 28 anos, o sucesso e dimensão do supermercado foi construída de degrau em degrau. Primeiro abriram a loja 1, no Bairro Eucalipto, localizado na Avenida Paineira, 270. A loja 2, no Bairro Gralha Azul, que fica na Avenida Portugal, 892. A loja 3, no Bairro Santa Terezinha, na Rua Rio Piquiri, 964. A Loja 4, no Bairro Iguaçu, localizado na Rua Rio Amazonas, 1052. E, a loja 5, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, na Avenida Nossa Senhora Aparecida, 799.

É impossível não citar que a loja 5, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, está instalada exatamente no terreno em que Joraci e Sônia iniciaram sua carreira em supermercados, lá em 1990. Os antigos donos do comércio que estava ali antes do Boza, assim como o proprietário do terreno, já haviam oferecido o espaço para Joraci diversas vezes, mas nos momentos que foram oferecidos, os administradores do Boza não tinham condições, até que em 2019 deu certo. Joraci afirma que não era o foco abrir novamente um investimento naquela área, mas confessa, “depois do negócio fechado nós até falamos ‘poxa vida, estamos aqui onde estávamos há trinta anos’ mas não era uma questão de honra”, aponta Joraci.

Desde o início do Boza, os administradores sempre deram preferência na contratação dos fazendenses. Essa iniciativa começou junto com o Boza, pois, os fundadores, que moram na Fazenda Rio Grande, perceberam a falta de empregos e excesso de mão de obra. Se até hoje, diversos fazendenses precisam se deslocar até Curitiba para trabalhar, imagine como era há 30 anos. Além disso, a facilidade na locomoção dos colaboradores é indiscutível.

O Boza é muito ligado com a comunidade, por essa razão, apoia diversos projetos sociais da região, como por exemplo, o Vale da Bênção, que recebe hortifrútis que não podem mais ser vendidos, mas podem ser consumidos. “Com um pouquinho aqui e um pouquinho ali, nós conseguimos ajudar a nossa comunidade” afirma Sônia.

Novos investimentos

Em 2015, o Boza começou a pensar em reformas para a melhoria do atendimento. Foi quando o Cesar Proença se uniu a equipe do Boza e, com toda sua experiência, acreditou e incentivou os fundadores à montarem um projeto e buscar recursos. Joraci conta que no início, achou que não daria certo, pois o valor do investimento seria alto. Foi quando Cesar os convenceu a entrar em contato com o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

O BRDE foi acionado, mandou sua equipe para conhecer o supermercado e decidiu ajudar. O primeiro investimento serviu para realizar a reforma e transformar o Boza Eucalipto, em 2016. Já em 2018, o BRDE ajudou o Boza em uma reforma pequena, mas muito significativa, e em 2019, esteve do lado dos fundadores na aquisição da quinta loja.

Joraci conta que o BRDE é um banco diferente, e que sua experiência com o Banco foi ótima “ele nos ajudou muito, sempre foi atencioso, conseguiu aprovar nossos projetos com um tempo bom, não tivemos dificuldades. Os considero como parceiros mesmo”, afirmou o fundador. Ele também contou que a experiência com o BRDE é incomparável às experiências com outros Bancos, o BRDE é um Banco que aposta no empreendedor e não tenta tirar dinheiro dos seus parceiros. Eles analisam o projeto, se o projeto for aceito e o compromisso, entre empreendedor e banco, cumprido, o empreendedor só precisará entrar em contato com o banco novamente se quiser efetivar outros projetos. Diferente dos bancos que, após a contratação de algum tipo de investimento, ligam quase que diariamente oferecendo seguro, consórcio, capitalização e muitas outras coisas.

A família Boza apostou no Supermercado, e atualmente conta com aproximadamente 500 colaboradores, as filhas do casal fundador, assim como um sobrinho e o irmão de Sônia, trabalham na rede Boza. Eles geram emprego para Fazenda Rio Grande, ajudando no bem estar de diversos fazendeses. Por fim, a família Boza deixa uma mensagem à sociedade: ACREDITE NOS SEUS SONHOS! TRACE SEU OBJETIVO! CORRA ATRÁS DA REALIZAÇÃO!

*Texto de Stella Jacopetti (Assessoria Supermercado Boza)


Logo BRDE