Com foco no agro sustentável, BRDE prevê R$ 250 milhões para novos financiamentos na Expodireto 2024

Com foco no agro sustentável, BRDE prevê R$ 250 milhões para novos financiamentos na Expodireto 2024

Disponibilidade de crédito poderá ser ampliada conforme demanda durante a feira de Não-Me-Toque

Com uma atuação cada vez mais conectada a projetos de inovação e sustentabilidade para a cadeia do agronegócio, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) irá disponibilizar R$ 250 milhões para novos financiamentos durante a Expodireto Cotrijal 2024. A oferta de crédito leva em conta o total de operações encaminhadas na edição do ano passado, quando o banco registrou R$ 219 milhões de novos pedidos nos cinco dias da feira, que acontece na primeira semana de março, no município de Não-Me-Toque.

O vice-presidente e diretor de Operações, Ranolfo Vieira Júnior, informa que o volume de recurso será ampliado caso houver demanda maior por parte de cooperativas, agroindústrias e produtores rurais. “Tudo indica que teremos crescimento na safra deste ano sem os efeitos climáticos dos últimos dois anos, o que impacta positivamente na expectativa de novos investimentos. E o banco reúne um leque de fontes de financiamento para atender uma demanda maior, em especial nos projetos mais estratégicos ao agro gaúcho”, antecipou-se Ranolfo.

O BRDE fechou 2023 superando R$ 2 bilhões em novos investimentos apenas no Rio Grande do Sul, marca histórica em grande parte alcançada pela cadeia do agronegócio. No ano passado, o banco registrou crescimento no financiamento de projetos de armazenagem de grãos e na geração de energia com fontes renováveis, segmentos que terão prioridade nas operações durante a Expodireto 2024, que ocorre entre os dias 4 e 8 de março..

Inovação
Além dos financiamentos mais tradicionais e sempre muito procurados, como é o caso da aquisição de máquinas e equipamentos, outras áreas prioritárias do banco para a feira serão os projetos de irrigação e de inovação. Além do estande próprio no parque da Cotrijal, nesta edição o BRDE estará presente também na Arena Agrodigital. “Estamos expandindo de maneira significativa nosso apoio para a inovação e desenvolvimento de novos produtos em diferentes setores. Incorporar novas tecnologias significa ampliar a competitividade e, por consequência, maior presença no mercado global”, destacou o diretor de Planejamento do BRDE, Leonardo Busatto.

Para o diretor, o banco tronou-se um parceiro estratégico de empresas que queiram investir em inovação. “Somos líder do ranking nacional como repassador de recursos da Finep”, resume. Ao longo do ano passado, o volume de financiamentos do banco para a área da inovação chegou a R$ 235,8 milhões apenas para o RS, crescimento de 445% na comparação com 2022 (R$ 43,2 milhões)

Através do programa “Meu Agro é BRDE”, as linhas de crédito contemplam ainda investimentos na integração lavoura-pecuária, agricultura de baixo carbono e agroindústrias. Na edição do ano passado, os projetos que mais demandaram recursos do BRDE foram destinados para armazenagem, irrigação e geração de energia, com parte dos contratos assinados na presença do governador Eduardo Leite e demais autoridades.

VOLTAR