BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Com apoio do BRDE, Fábrica de Gaiteiros chega em Santo Antônio da Patrulha

Data11/05/22
|CategoriaNotícias

Iniciativa usa a música como “ferramenta de transformação social”

 

Mais do que divertir, a aprendizagem de instrumentos musicais desperta valores como empatia, colaboração e responsabilidade. Também há estudos que mostram que tocar instrumentos ajuda tanto nas capacidades motoras do corpo quanto em vários processos cognitivos do cérebro. Por isso, o projeto Fábrica de Gaiteiros de Santo Antônio da Patrulha (RS) foi um dos contemplados, no ano de 2021, com o patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A iniciativa, idealizada pelo músico Renato Borghetti desde 2012, além de oferecer as aulas de gaita de oito baixos para 13 crianças e jovens estudantes de escolas públicas, com idade entre 7 e 15 anos, produz os instrumentos utilizados para o ensino.

 

A produção executiva e cultural do projeto é da Tambor Produções, empresa da patrulhense Raffaela Reis, que é proponente da inciativa junto à Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo. Segundo Raffaela, a Fábrica de Gaiteiros busca trabalhar a inclusão social de maneira mais efetiva, dando oportunidade para crianças e jovens que, em sua maioria, não teriam condições de pagar por aulas do instrumento ou de adquirir o instrumento.

 

“Sempre acreditei na música como uma ferramenta de transformação social. A musicalização está ligada a um processo de construção do conhecimento, favorecendo o desenvolvimento da sensibilidade, da socialização, da afetividade, entre outras diversas questões extremamente importantes para a fase da vida em que os participantes se encontram”, explica a produtora cultural e executiva do projeto.

 

Na mesma linha, Renato Borghetti destacou a importância da inclusão social e de como o projeto se insere nesse contexto. “Entendemos que a música pode e deve funcionar como um instrumento de cidadania. A Fábrica de Gaiteiros é a nossa contribuição nesse sentido. Estou muito feliz de estarmos chegando a Santo Antônio da Patrulha, essa terra que já nos proporcionou tantos artistas talentosos”, destaca o músico instrumentista e gaiteiro.

 

A Fábrica de Gaiteiros está atualmente em 16 cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Em Santo Antônio da Patrulha, o professor é o músico patrulhense Evandro Cardoso (Manchinha). Dentro do mesmo projeto incentivado será realizado um Concerto Didático em evento municipal, além de uma oficina de expressão corporal para os participantes do projeto e um show de encerramento do primeiro ano do projeto em Santo Antônio da Patrulha, com a participação de Renato Borghetti.

 

Incentivos Fiscais

 

Como agente de desenvolvimento social, econômico e cultural da região onde atua, o BRDE tem como política apoiar, através das leis de incentivos fiscais, diferentes projetos sociais, do esporte, da cultura e da saúde. A inciativa constitui parte de sua política de responsabilidade socioambiental e compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), aplicando de forma direta recursos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

 

Em 2021, o BRDE destinou R$ 4,6 milhões para projetos por meio das leis de incentivo fiscal e igualmente distribuído entre os três estados. Nos últimos seis anos, o montante aplicado pelo Banco na região Sul pelos mecanismos de renúncia fiscal ultrapassou a marca de R$ 22 milhões.

  


Logo BRDE