BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Clima de otimismo entre o setor produtivo na abertura da Expoingá

Data06/05/16
|CategoriaNotícias

BRDE trouxe R$ 100 milhões para fechar negócios na feira, com linhas de financiamento para atender empreendedores de Maringá e região

A crise política e econômica que vive o país não desanimou o setor produtivo paranaense, que compareceu nesta sexta-feira (6) à abertura oficial da 44.ª edição da Exposição e Feira Agropecuária de Maringá (Expoingá), um dos maiores eventos do agronegócio no Paraná. Os discursos tiveram um tom bastante otimista em relação ao agronegócio em 2016, por ser o único setor da economia brasileira que vem apresentando bons resultados.

“O maior desafio de fazer uma feira como a Expoingá, num momento de dificuldades, é ter muita disposição e força de vontade”, disse a presidente da Sociedade Rural de Maringá, organizadora da exposição, Maria Iraclésia de Araújo. “O que ajuda muito é que estamos num estado privilegiado, que é o Paraná. Aqui podemos apresentar uma excelente qualidade no nosso rebanho, em nossa produção agrícola”.

Os diretores do BRDE Orlando Pessuti, Administrativo, e Wilson Quinteiro, de Operações, participaram da abertura da Expoingá. A agência do BRDE no Paraná participa da feira, com estande próprio, para atendimento de empreendedores de Maringá e região, com linhas de financiamento no valor de R$ 100 milhões para fechar negócios durante a exposição, que segue até 15 de maio.

“A Expoingá é uma das feiras mais importantes para o Paraná e o Brasil, pelo volume e qualidade dos expositores. Por isso, mais uma vez, o BRDE está presente na exposição, para fechar bons negócios, oferecendo a empreendedores da região as melhores condições de financiamento para seus projetos”, disse o diretor Quinteiro.

O diretor Orlando Pessuti disse que a Expoingá é uma oportunidade fantástica para o Banco fechar grandes negócios. “A feira é uma vitrine de oportunidades, que reúne num só espaço o que há de mais moderno em tecnologia para o setor produtivo. Já faz parte da história do desenvolvimento de toda uma região”, destacou.

Participaram também da abertura da Expoingá a vice-governadora Cida Borghetti, representando o governador Beto Richa, deputados federais e estaduais do Paraná, o prefeito de Maringá, Roberto Pupin, presidentes de cooperativas da região, produtores rurais, agropecuaristas e empresários da região.

Negócios – O BRDE trouxe R$ 100 milhões em linhas de financiamento para fechar negócios durante a exposição. São linhas que financiam a expansão, modernização, ampliação, implantação e inovação nas diversas cadeias produtivas do agronegócio e de todos os segmentos da indústria, comércio e serviços.

O superintendente do BRDE no Paraná, Paulo Cesar Starke Junior, diz que o destaque do Banco na Expoingá está no financiamento de projetos de inovação, especialmente na indústria e no setor de serviços, com linhas apropriadas do BNDES e da FINEP. “Queremos que Maringá e região cada vez mais reconheçam o BRDE como um parceiro financeiro para investimentos que geram renda”, afirma Starke.

Durante a exposição, o BRDE também assinará contratos com empreendedores da região. “Em Maringá e região, o BRDE financia muitos projetos do agronegócio e também de microempresas de diversos segmentos, como confecções, setor metal-mecânico, gráficas, restaurantes, pequenas e médias indústrias. Esperamos demanda de todos os segmentos durante a feira”, diz o superintendente Paulo Starke.

Em 2015, foram contratados no Norte Central do Estado financiamentos no valor de R$ 349 milhões. Desse total, R$ 129,2 milhões foram para projetos na área da indústria de transformação. Outro setor que se destacou no montante de financiamentos foi o de comércio e serviços, com R$ 83,7 milhões contratados, seguido do de infraestrutura com R$ 79,3 milhões.

A feira – A Sociedade Rural de Maringá (SRM) escolheu o tema “Tecnologia para todos” para nortear os trabalhos técnicos da Expoingá 2016. “ A ideia é demonstrar que a mesma tecnologia que facilita a vida do cidadão comum, também facilita a vida no campo e em todas as atividades a ele associadas”, diz o presidente da SRM, Maria Iraclésia de Araújo.

A Expoingá recebe todos os anos em torno de 500 mil habitantes. Em 2015, a feira gerou R$ 337 milhões em negócios fechados e prospectados. “A Expoingá é o palco perfeito para o banco fechar bons negócios, que vão refletir de forma positiva na economia da região”, diz o diretor de Operações do BRDE.

“A Expoingá está alinhada com o foco de atuação do BRDE. A proposta é promover o crescimento da economia e o desenvolvimento dos municípios paranaenses”, afirma o diretor Administrativo do Banco, Orlando Pessuti.


Logo BRDE