BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE faz nova captação no mercado de capitais com emissão de RDBs

Data13/08/21
|CategoriaNotícias

Agora o banco já soma R$ 20 milhões em projeto piloto que diversifica as fontes via oferta de títulos

Seis meses depois de ir ao mercado de capitais através de um projeto piloto com foco na diversificação de suas fontes de captação de recursos através da oferta de títulos, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) fechou nessa semana sua segunda operação.  Com o mesmo valor da primeira oferta, o banco efetivou a venda de mais R$ 10 milhões em Recibos de Depósitos Bancários (RDBs) a um único comprador, através da Agência de Porto Alegre.

A ida ao mercado através da emissão de RDBs fez parte uma estratégia do BRDE que prevê a captação global de R$ 30 milhões, através da modalidade de depósito a prazo. Um primeiro lote foi ofertado ainda no mês de fevereiro, através da Agência de Curitiba. De acordo com o projeto piloto, os recursos serão alocados no Fundo BRDE de Promoção ao Desenvolvimento Produtivo, Sustentável e Social dos Estados da Região (BRDE Promove Sul) e serão aplicados no fundo rotativo estadual de respectiva agência que realizou a venda dos RDBs.

“Trata-se de um grande esforço da equipe técnica do banco para que possamos seguir na nossa estratégia em favor da diversificação de funding. Além disso, é uma demonstração de solidez e de confiança que a instituição conquistou junto ao mercado”, destacou o diretor de Planejamento do BRDE, Otomar Vivian. Ele salienta que a captação de R$ 10 milhões vai servir como mais um reforço para apoiar, através da concessão de crédito, novos projetos de desenvolvimento econômico no Rio Grande do Sul.

O projeto de emissão de RDB´s é conduzido pela equipe da Diretoria Financeira do banco e tem como público alvo clientes ou instituições parceiras do BRDE devidamente habilitados conforme regras da Comissão de Valores Mobiliários. Para o diretor Financeiro do BRDE, Vladimir Fey, essa diversificação de funding é muito importante para a independência do banco. “Isso mostra todo planejamento que o BRDE vem traçando nos últimos anos para conquistar esse resultado agora. Essa estratégia de diversificação para o mercado deve se ampliar nos próximos anos, destaca ele.

Toda a operação segue normas do Banco Central do Brasil. A emissão dos títulos tem valor unitário de R$ 1 mil e, por se tratar de uma primeira experiência da instituição com essa natureza, está direcionada a um único investidor interessado em cada agência. O banco já viveu uma primeira experiência no mercado de capitais, mas isso no início da década de 80.


Logo BRDE