BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE e Defesa Civil atuam em conjunto para diminuir impacto de desastres naturais em cidades do Paraná

Data21/06/19
|CategoriaNotícias

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Coordenadoria da Defesa Civil do Estado do Paraná estão fazendo uma série de reuniões para identificar os municípios paranaenses que são mais afetados por desastres naturais.
O diretor de Planejamento e Financeiro do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, e o superintendente da Agência Paraná do BRDE, Paulo Starke, foram à sede da Defesa Civil do Paraná nesta sexta feira (21) e conheceram o sistema de mapeamento de catástrofes naturais da instituição.
Os dados obtidos vão auxiliar o banco a encontrar projetos com possibilidade de serem apoiados pela linha de financiamento Sul Resiliente, que está em fase de implantação. O objetivo é tornar as cidades da Região Sul do Brasil prevenidas para estes desastres, minimizando o impacto humano, ambiental e econômico.
“Os municípios brasileiros carecem de recursos para fazer frente a esses problemas, em especial aqueles com população abaixo de 100.000 habitantes, que não conseguem acessar as fontes externas. O BRDE oferece crédito e assistência técnica a essas cidades para que a população, seja rural ou urbana, tenha melhor qualidade de vida”, disse Luiz Noronha.
O estudo da Defesa Civil reúne números de ocorrências, desabrigados, desalojados e o volume de assistência enviada aos municípios. Somente nos últimos sete anos, 272 cidades paranaenses foram afetadas por algum tipo de desastre causado pela natureza.
O BRDE terá o recurso de US$ 125 milhões, oriundos do Banco Mundial, para investir em projetos que que solucionem os problemas ou tornem as cidades mais resistentes a estas ameaças. A expectativa é que a linha Sul Resiliente já esteja sendo operada no primeiro semestre de 2020.
“Esta nova linha de crédito será incluída no BRDE Municípios, que oferece linhas de financiamento para saneamento, infraestrutura e mobilidade. Desde sua criação, o programa já financiou mais de meio bilhão de reais”, disse Wilson Bley Lipski, diretor de Operações do BRDE.


Logo BRDE