BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE e AFD contratam mais R$ 425 milhões para investimentos sustentáveis na Região Sul

Data11/08/20
|CategoriaNotícias

O BRDE e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) celebraram a assinatura de contrato de crédito no valor de 70 milhões de euros – cerca de R$ 425 milhões – em videoconferência transmitida nesta terça-feira (11/8) pelo canal do banco no YouTube. O evento assinalou o início da segunda etapa da parceria BRDE-AFD.

A primeira operação, no montante de 50 milhões de euros (cerca de R$ 304 milhões), foi firmada em março de 2018 e direcionada a projetos de grande impacto positivo sobre o meio ambiente e o clima. Os novos recursos também serão destinados a projetos sustentáveis e que estejam alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas na Agenda 2030, em especial em áreas como saúde, educação e patrimônio cultural.

Participaram do ato de assinatura o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés; o vice-governador do Paraná, Darci Piana; o diretor da AFD no Brasil, Philippe Orliange; o encarregado de Negócios da Embaixada da França, Olivier da Silva; o diretor-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha; o vice-presidente e diretor de Operações, Wilson Bley Lipski, o diretor Administrativo, Luiz Carlos Borges da Silveira, e o diretor Financeiro, Marcelo Haendchen Dutra. O evento foi acompanhado por integrantes do Conselho de Administração do BRDE, equipes do banco e da AFD, imprensa e convidados, somando mais de 300 pessoas.

Inovação ao quadrado

“Promovemos uma inovação ao quadrado, pois partimos de uma linha específica de ODS para uma que apresenta objetivos aderentes com a Agenda 2030”, afirmou o diretor-presidente do BRDE, Luiz Noronha. Segundo ele, os investimentos em eficiência energética representaram economia de 2800 MW anuais, “voltagem suficiente para abastecer um município de 90 mil habitantes por ano”. Noronha antecipou que o primeiro contrato da segunda linha de crédito da AFD foi aprovado para a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre no valor de 7 milhões de euros.

“A primeira experiência gerou confiança mútua, assim como uma visão compartilhada do desenvolvimento sustentável”, observou o diretor da AFD no Brasil, Philippe Orliange. Ele destacou que o BRDE foi pioneiro na implantação dos ODS no Brasil e afirmou que a AFD pretende aprimorar sua relação com a Região Sul, onde já viabilizou investimentos relevantes nos setores de energia, desenvolvimento urbano e saneamento. “Acredito que essa liderança vai ser um dos destaques da primeira cúpula mundial dos bancos de desenvolvimento, que acontecerá em Paris no próximo mês de novembro por iniciativa da AFD”, adiantou Orliange.

Para Olivier da Silva, que representou a embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, este projeto “mostra a ambição e a força dos laços franco-brasileiros para a construção de um futuro em que a sustentabilidade seja cada vez mais o motor da nossa sociedade”. E completou: “Sabemos que para alcançar esse futuro, precisamos de parcerias, de metas e de uma visão em comum”.

Fomento para gerar empregos e renda

“Nós temos uma nova lógica e mostramos efetivamente a importância do sistema de fomento nacional. Os bancos de fomento têm um papel primordial a desempenhar”, avaliou o vice-presidente e diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski, destacando que isso se torna ainda mais importante no momento mais agudo da pandemia de COVID. “Com a possibilidade dessas novas captações, nosso propósito de criar emprego e renda vem sendo cumprido. Estamos criando grandes oportunidades em meio a crise”, sublinhou Lipski.

Conforme o diretor Financeiro do BRDE,  Marcelo Dutra, os resultados do banco “são baseados não em aumento de taxas e tarifas, mas sim calcados em eficiência de gestão, que é um compromisso dos estados controladores”. Para ele, “esses resultados são um reconhecimento à família BRDE”.

Foco no desenvolvimento regional

“É bom lembrarmos o quanto é importante e quanto têm sido extraordinários os resultados dessa entidade, que tem ajudado sobremaneira os nossos três estados do Sul”, disse o vice-governador do Paraná, Darci Piana, referindo-se ao BRDE.

De acordo com o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, “esses projetos que visam à sustentabilidade chegam em um momento de gerar riqueza, desenvolvimento e esperança para toda a população dos estados do Sul. Acreditamos que esse é o caminho”.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, enfatizou que o contrato BRDE-AFD se soma às ações de desenvolvimento econômico que estão sendo realizadas no Estado. “Aqui temos investimentos em projetos pioneiros e sustentáveis. Essa nova parceria vai possibilitar financiamentos de alto impacto social e ambiental através do nosso BRDE, consolidando a nossa carteira verde, social e sustentável e viabilizando investimentos privados conectados com essa visão de responsabilidade com as próximas gerações”, disse.


Logo BRDE