BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE apoia projeto que atende bebês, crianças e adolescentes com deficiência múltipla  

Data07/02/22
|CategoriaNotícias

Projeto Sustentação Incentivada é desenvolvido em Porto Alegre

 Promover a saúde e o bem-estar das pessoas e tornar a nossa sociedade mais inclusiva estão entre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), plano de ação global dos países membros das Nações Unidas. Como instituição que atua de maneira alinhada aos ODS,  a questão de atenção à pessoa com deficiência é muito valorizada pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Por isso, o Projeto Sustentação Incentivada, desenvolvido pela Fundação de Atendimento à Deficiência Múltipla (Fadem), mereceu o apoio do Banco através do Fundo para a Infância e a Adolescência.  Atuando há 33 anos em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a Fadem tem como objetivo realizar atendimento a bebês, crianças, adolescentes, oriundas de famílias de baixa renda, que possuem deficiência múltipla – PCDs, ou seja, mais de uma deficiência e com transtornos do neurodesenvolvimento, como o TEA – transtorno do espectro autista.

Entidade atende atende público de famílias menos favorecidas

A iniciativa recebeu apoio do BRDE nos anos de 2018, 2019 e 2020, em torno de R$ 55 mil. De acordo com a diretor administrativa da Fadem, Lilian Pinheiro, o valor repassado foi utilizado para a manutenção dos atendimentos e abertura de novas vagas de crianças que aguardavam em lista de espera.

Os desafios da pandemia

Segundo a diretora da Fadem, o apoio do BRDE durante a pandemia da Covid-19 foi muito importante para a continuidade do projeto. “Passamos por momentos muito complicados, tanto na Instituição quanto ao apoio às famílias. Passar pela pandemia podendo e contar com a parceria do BRDE foi uma motivação”, relatou Lilian Pinheiro.

Apesar das dificuldades, a diretora acrescentou que a parceria com o BRDE foi fundamental inclusive para agregar novos atendimentos. “A parceria aplacou na manutenção dos atendimentos que foram mantidos na sua totalidade sem nenhum desligamento e ainda com novas avaliações de ingresso”, relata.

Mesmo com as dificuldades da pandemia, apoio permitiu ampliar atendimentos

“Muitas foram as dificuldades e adaptações, compra de EPIs, atendimentos on-line, atendimentos híbridos e, no momento, já atendimento presencial, orientação sobre a Covid-19 e os protocolos estabelecidos e com relação a importância da vacina”, explicou a diretora diante dos desafios e adequações realizadas durante a pandemia.

Incentivos Fiscais

Como agente de desenvolvimento social, econômico e cultural da região onde atua, o BRDE tem como política apoiar, através das leis de incentivos fiscais, diferentes projetos sociais, do esporte, da cultura e da saúde. A inciativa constitui parte de sua política de responsabilidade socioambiental e compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), aplicando de forma direta recursos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Agora no final de 2021, o BRDE destinou R$ 4,6 milhões para projetos por meio das leis de incentivo fiscal e igualmente distribuído entre os três estados. Nos últimos seis anos, o montante aplicado pelo Banco na região Sul pelos mecanismos de renúncia fiscal ultrapassou a marca de R$ 22 milhões.

 


Logo BRDE