BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE ajuda a construir novos leitos de UTI na Santa Casa

Data08/11/21
|CategoriaNotícias

Os leitos do hospital foram abertos com os recursos de incentivos fiscais do BRDE

Com mais de 140 anos de história, a Santa Casa de Curitiba foi inaugurada pelo Imperador Dom Pedro II e, por muitos anos, foi o único hospital da cidade. Com uma importante história, a Santa Casa de Curitiba depende de recursos, como incentivos fiscais, para manter seu funcionamento.

Somente em 2020, o hospital que é referência em transplante, atendeu 54 mil pessoas. O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), participou, inicialmente, de um projeto da Santa Casa de Curitiba que visava reduzir a fila de espera de pacientes que aguardam para realizar exames de endoscopia e colonoscopia pelo SUS.

Mas, em 2019, quando o recurso foi liberado, a Santa Casa, para suprir a demanda, precisou abrir novos leitos de UTI. Com isso, foram abertos cinco leitos de UTI exclusivos para idosos na instituição. “No fim acabou sendo ainda mais importante a abertura desses leitos, já que veio a pandemia do novo coronavírus. O uso exclusivo desses leitos para idosos foi realmente algo especial”, afirma Cintia Lins, coordenadora de projetos da Santa Casa de Curitiba.

Um projeto como esse, segundo Cintia, é extremamente importante para o hospital, que atende pacientes do SUS. “Para a sociedade isso tem um impacto muito grande. Creio que ações como essa vão melhorar a vida das pessoas, sem contar que vai de encontro com as necessidades da sociedade”, diz.

Para o vice-presidente e diretor de operações do BRDE, Wilson Bley, a participação no projeto é muito importante para os impactos na sociedade. “É uma grande honra fazer parte de um hospital como a Santa Casa de Curitiba, que é uma instituição histórica que já fez muito pela sociedade curitibana. Hoje é nossa vez de ajudar e ver ela colher frutos que beneficia a todos”, finaliza.

Incentivos fiscais

Como agente de desenvolvimento social, econômico e cultural da região onde atua, o BRDE tem como política apoiar, através das leis de incentivos fiscais, diferentes projetos sociais, do esporte, da cultura e da saúde. A iniciativa constitui parte de sua política de responsabilidade socioambiental e compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), aplicando de forma direta recursos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O edital de seleção para os projetos que serão contemplados em 2021 já está disponível no link Microsoft Word – ERRATA Incentivos Fiscais 2021 (brde.com.br). Os pedidos de apoio aos projetos são recebidos exclusivamente em meio eletrônico, através do Portal de Incentivos, disponibilizado no site do BRDE. No ano de 2020, foram selecionados 106 projetos nos três estados, que totalizaram R$ 4,3 milhões. Desde 2015, foram ao redor de R$ 24 milhões de repasses.


Logo BRDE