BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

A primeira empresa investida pelo Fundo Criatec 3 é gaúcha e cliente do BRDE

Data06/04/17
|CategoriaNotícias

Criado pelo BNDES e gerido pela Inseed Investimentos, o Criatec 3, maior fundo de apoio ao empreendedorismo e inovação para o desenvolvimento de empresas early stage no Brasil, anunciou hoje (6/4), em entrevista coletiva em Porto Alegre, a startup gaúcha Chip Inside como a primeira empresa a obter aporte de recursos. Com atuação no segmento de pecuária de precisão, a Chip Inside receberá R$ 2 milhões do Fundo. No Rio Grande do Sul, o BRDE e o Badesul são os representantes cotistas do Criatec 3.
O encontro com jornalistas ocorreu na sede do BRDE, com a presença do diretor-presidente do Banco, Odacir Klein, do diretor de Inovação e Sustentabilidade do Badesul, Mano Changes, do diretor da Inseed Investimentos, Alexandre Alves, e do gerente regional Gustavo Piccinini, dos sócios da Chip Inside, de superintendentes, gerentes, analistas e assessores do BRDE. Na etapa de desenvolvimento de seu produto inovador, a empresa Chip Inside já havia sido financiada pelo BRDE, via Inovacred Expresso.
“Falamos muito em modernidade e em inovação. Às vezes modernizar é apenas copiar de quem inovou, é adaptar. Aqui no BRDE, aprendi que inovar é avançar no moderno. Por isso nós temos que buscar, com criatividade, formas de geração de recursos para estimular as empresas criativas, como é o caso da Chip Inside”, disse o presidente Odacir Klein. Ele destacou o trabalho realizado pela diretoria e pela superintendência de Planejamento do Banco, cujas equipes acompanham os avanços do Criatec.
Base de dados para monitorar rebanhos
Segundo Alexandre Alves, diretor da Inseed Investimentos, a escolha da Chip Inside se deve a sua solução tecnológica inovadora e seu posicionamento estratégico no campo da pecuária brasileira. “A verdade é que este é um mercado carente em tecnologia e de grande potencial comercial. A pecuária oferece grandes oportunidades de escalabilidade para soluções com resultado. E a Chip Inside propõe um novo e disruptivo conceito de negócio”, afirmou Alexandre.
Atualmente o Brasil possui mais de 200 milhões de bovinos, o que o torna um dos principais países em volume de produção de leite e de carne do mundo. “Somente na cadeia do leite existem 22 milhões que produzem o equivalente a 33 bilhões de litros de leite ao ano. Com esses números, o Brasil tem o maior rebanho comercial do mundo no que diz respeito à pecuária leiteira e o quinto país que mais produz leite”, ressaltou o diretor da Inseed. “Desse modo, a tecnologia e a automação tornam-se ferramentas necessárias para o crescimento da cadeia do leite no Brasil, e é nesse movimento que o negócio da Chip Inside se encaixa perfeitamente. Através da solução, eles conseguem oferecer gestão e tecnologia para atender as necessidades do produtor e o auxiliar a crescer”, avalia Alexandre Alves.
Para os fundadores da Chip Inside, Leonardo Guedes e Thiago Martins, a entrada do Criatec irá contribuir para o crescimento acelerado da empresa. “Somos os únicos que ofertamos esta solução no mercado. Por isso precisamos desta alavancagem rápida, que o aporte permitirá, para angariar o mercado e ganhar participação. “Temos certeza que em pouco tempo seremos líder deste mercado e, por isso, precisamos de toda esse suporte de que está atrelado à entrada do Fundo”.
O Criatec 3 foi lançado em 2016 e tem R$ 230 milhões sob gestão. Durante o primeiro ano, realizou sua estruturação e apresentação pelo país, avaliou 936 oportunidades e agora conta com oito empresas em fase final de efetivação do investimento. Com atuação nacional, o fundo é composto por 13 cotistas, entre eles bancos de desenvolvimento, agências de fomento estaduais, corporações e investidores privados de todo o Brasil.
Mais sobre a Chip Inside
Localizada em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, a Chip Inside nasceu em 2010 dentro da Universidade Federal da cidade, a UFSM, com a qual o BRDE mantém acordo de cooperação. Especializada no monitoramento, em tempo real e com alta precisão, do comportamento e do ciclo reprodutivo do gado de leite, o principal diferencial da empresa está na solução do seu produto voltado para a coleta de dados. Isso permite a detecção dos níveis de ruminação, atividade e ociosidade do animal, dentre outros aspectos relevantes para o controle de qualidade da produção.


Logo BRDE