BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE assina contratos de R$ 100 milhões com cooperativas paranaenses durante encontro da Ocepar

Data07/12/18
|CategoriaNotícias

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) assinou nesta sexta-feira (7), em Curitiba, contratos de financiamento no valor de R$ 100 milhões com duas das maiores cooperativas de produção do Paraná, a Castrolanda, com sede em Castro, Região dos Campos Gerais, e a Copacol – Cooperativa Agroindustrial Consolata, de Cafelândia, no Oeste Paranaense. Os contratos foram assinados durante o Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, promovido pelo Sistema Ocepar. São R$ 50 milhões para cada cooperativa, com recursos Prodecoop – Programa de Desenvolvimento Cooperativo para a Agregação de Valor à Produção Agropecuária.
Os contratos foram assinados pelo presidente do BRDE, Orlando Pessuti, e os presidentes da Castrolanda, Frans Borg, e da Cooperativa Copacol, Valter Pitol. “A história do BRDE está fortemente ligada à história do cooperativismo paranaense. O Banco acompanhou o surgimento e a expansão de cooperativas que hoje são modelo e referência dentro e fora do país em organização e resultados”, afirmou Pessuti. O encontro de cooperativistas reuniu 1.500 pessoas no Teatro Positivo.
A Castrolanda investirá os recursos em dois grandes projetos: a implantação de uma fábrica de leite em pó integral, com capacidade de produção de 3 mil kg/hora, em Castro, e de uma nova UPL (Unidade de Produção de Leitões), com capacidade de alojamento de 6.500 matrizes e produção semanal de 3.750 leitões, no município de Piraí do Sul. A nova UPL será implantada em intercooperação com as cooperativas Capal e Frísia. “Nós estamos financiando projetos iniciados há dois anos. Colocamos o pé no freio, aguardando o que iria acontecer com nosso ambiente no Brasil, mas agora, neste plano safra 2018/19, achamos por bem captar esses recursos por meio do BRDE e Banco ABC”, informou o presidente da Castrolanda, Fras Borg.
A Copacol irá ampliar o abatedouro de aves localizado em Cafelândia, que passará a ter capacidade para processar 360 mil aves por dia. O presidente da cooperativa, Valter Pitol, destacou a parceria de longa data com o banco. “O BRDE sempre foi um agente repassador de recursos para investimento das cooperativas, o que é extremamente significativo pois tem proporcionado nosso desenvolvimento. E com esses recursos do contrato que assinamos hoje vamos melhorar a infraestrutura industrial e, com uma estrutura nova e moderna, dar condições de impulsionar as exportações para o mundo inteiro”, afirmou.
Pitol disse também que os investimentos vão também gerar novos empregos. “Hoje temos em torno de 4 mil funcionários naquela planta e há necessidade de aumentarmos a contratação de colaboradores para aumentar a produção, a riqueza e a oportunidade para o cooperado na produção de frangos”.
Contratações com cooperativas – Em 2018, o BRDE realizou a contratação de mais de R$ 400 milhões junto às cooperativas paranaenses e seus cooperados, sendo maior parte por convênios realizados com cooperativas de produção agropecuária e cooperativas de crédito.


Logo BRDE