BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

BRDE financia obras de saneamento no Litoral do Paraná no valor de R$ 58,8 milhões

Data06/10/15
|CategoriaNotícias

É o primeiro contrato de financiamento do banco ao setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos

O BRDE no Paraná assinou nesta quarta-feira (23), em Curitiba, o primeiro contrato de financiamento para o setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos, do governo federal, no valor de R$ 58,8 milhões.
O banco participará do financiamento das obras de ampliação da rede de esgoto nos municípios de Matinhos e Pontal do Paraná, no Litoral do Estado, em parceria com a Caixa Econômica Federal, cujo repasse será de R$ 176,4 milhões.
O contrato foi assinado no Palácio Iguaçu, com a presença do governador Beto Richa, do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, dos diretores do BRDE Orlando Pessuti e Wilson Quinteiro, da vice-governadora Cida Borghetti e do secretário nacional de Saneamento Ambiental, Paulo Ferreira.
“Com esse grande investimento, os índices de coleta e tratamento de esgoto na região serão superiores à média nacional e próximos aos de países de primeiro mundo”, disse o governador Beto Richa, agradecendo os parceiros na execução do projeto.
“Agradeço a sensibilidade do BRDE ao entender a importância desse projeto para o desenvolvimento do nosso litoral”, acrescentou o governador. “Nosso compromisso em mudar a realidade do litoral paranaense é permanente”.
O ministro Gilberto Kassab disse que as parcerias do Paraná com o governo federal têm resultados bastante expressivos em diversas áreas, principalmente em infraestrutura. “Em saneamento, o Paraná tem um patamar muito próximo do Primeiro Mundo. Investir em saneamento é investir em saúde e qualidade de vida”, destacou.
“Esse projeto é de uma importância gigantesca. É só analisarmos os valores, as dimensões das obras e o alcance delas”, disse o diretor de Operações do BRDE, Wilson Quinteiro. “Em Matinhos, a coleta e tratamento do esgoto chegarão a 85% da população. Em Pontal do Paraná, a 75%”.
“Para o BRDE é um orgulho participar de um projeto de tamanha relevância”, afirmou o diretor Administrativo do banco, Orlando Pessuti. “Especialmente por tratar-se do primeiro financiamento do BRDE ao setor privado com recursos do FGTS. Esperamos que seja o início de novas parcerias dentro dessa modalidade”.
Estavam presentes também os superintendentes regionais da CAIXA Fábio Carnelós e Jorge Kalache, o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, os prefeitos de Matinhos, Eduardo Dalmora, e de Pontal do Paraná, Edagar Rossi, secretários estaduais, parlamentares, o superintendente do BRDE no Paraná, Paulo Cesar Starke Junior, gerentes e técnicos do banco.
O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, agradeceu a parceria com o BRDE no financiamento do projeto. “Para chegarmos aqui hoje, foi fundamental o empenho do BRDE”. Disse também que a obra em Matinhos e Pontal do Paraná vai gerar mais de 7 mil empregos.
PREFEITOS – O prefeito de Matinhos, Eduardo Dalmora, destacou os benefícios do investimento para a população. “É uma obra que trará mais segurança e saúde aos moradores de Matinhos e turistas que nos visitam, garantindo também uma melhor balneabilidade do mar. Teremos praias totalmente limpas e despoluídas”, disse ele.
O reflexo na área da saúde foi ressaltado também pelo prefeito de Pontal do Paraná, Edgar Rossi. “Sabemos que os lençóis freáticos do Litoral são muito sensíveis, o que aumenta a necessidade do tratamento adequado do esgoto. Essa é uma obra muito esperada pela população”, afirmou Rossi.
O PROJETO
O valor total do projeto, a ser executado pela empresa Saneamento Litoral Paraná, é de R$ 252 milhões. Será o maior investimento em saneamento da história na região. Serão beneficiados mais de 100 mil moradores dos dois municípios, além de veranistas.
As obras começam em janeiro de 2016 e serão concluídas em 2019. Com as obras, o índice de atendimento com coleta e tratamento de esgoto em Matinhos passará dos atuais 52,02% para 85% da população urbana. Em Pontal do Paraná, de 25,95% para 75%.
AS OBRAS
Serão construídas 29 estações elevatórias de esgoto (EEEs), sendo 14 em Matinhos, entre os balneários de Caiobá e Monções. No município de Pontal do Paraná serão 15 unidades, entre os balneários de Beltrami e Pontal do Sul.
Em Matinhos, serão implantados 274 quilômetros de redes coletoras (14,5 quilômetros de remanejamento), 13.584 ligações de esgoto (979 remanejadas) e 14 elevatórias de esgoto.
Em Pontal do Paraná, serão 255 quilômetros de redes coletoras, 12.395 ligações e 15 elevatórias de esgotos. Todo o esgoto coletado será transportado às Estações de Tratamento de Esgoto operadas pela Sanepar.


Logo BRDE