BRDE

  • Contato

SALA DE IMPRENSA

Com apoio do BRDE, C. Vale inaugura frigorífico de peixes, um investimento de R$ 110 milhões

Data23/10/17
|CategoriaNotícias

A C. Vale inaugurou na sexta-feira (20) o frigorífico de peixes da cooperativa, em Palotina, Região Oeste do Paraná, um investimento de R$ 110 milhões, dos quais R$ 30 milhões financiados pelo BRDE. Estavam presentes o presidente Michel Temer, o governador Beto Richa, o vice-presidente e diretor Administrativo do BRDE,Orlando Pessuti, e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi.
“Nada mais inteligente do que apoiar o setor produtivo, com financiamento e incentivo fiscal. O Governo do Paraná dá apoio irrestrito para o incremento e a ampliação da atividade produtiva, que se traduz em riquezas aos municípios e emprego aos paranaenses”, afirmou Beto Richa.
O governador destacou a ampliação do parque industrial do Estado, resultado do bom desempenho do programa Paraná Competitivo, das ações da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e dos investimentos no Porto de Paranaguá e em rodovias, além do importante apoio do BRDE a projetos estruturantes em todo o Paraná.
O diretor Orlando Pessuti parabenizou a C. Vale pelo novo empreendimento, lembrando que o banco financiou R$ 30 milhões do total de investimentos no frigorífico, sendo um parceiro histórico da cooperativa. “O BRDE é parceiro da cooperativa desde quando ela começou, em 1963”, afirmou.
O presidente da C. Vale, Alfredo Lang, também ressaltou o apoio recebido para o empreendimento. “Sem essa parceria, a presença do BRDE e do BNDES, com recursos e outros repasses, não teríamos chegado a esse estágio. Não teríamos conseguido evoluir e nem as outras cooperativas aqui da região”, afirmou.
Frigorífico – O novo frigorífico da C. Vale Cooperativa Agroindustrial recebeu investimentos de R$ 110 milhões e vai abater 75 mil tilápias por dia até o fim de 2018. Serão gerados 400 empregos e a produção envolve 300 produtores integrados. O prefeito de Palotina, Jucenir Stentzler, disse que a abertura do empreendimento da C.Vale é histórico para o município.
“A cooperativa é uma líder do mercado avícola e agora inicia esta nova caminhada. É muito importante, pois movimenta a economia, gera renda para os pequenos, médios e grandes produtores e também cria possibilidades de emprego, ainda mais em um momento em que o cenário político e econômico enfrenta várias dificuldades”, disse o prefeito.
A estrutura do frigorífico, numa área de 10 mil metros quadrados, já prevê a duplicação da capacidade de processamento de peixes apenas com a instalação de novas máquinas. Será uma nova alternativa de renda aos associados. “A produção de peixe requer um investimento inicial baixo e dá tanto, ou mais, dinheiro que o frango”, disse o presidente da C. Vale, Alfredo Lang.
O presidente da cooperativa explicou também que a decisão de investir no frigorífico para tilápias levou em conta a vocação do Oeste paranaense para a diversificação de atividades. A região é o maior polo de produção de peixes do Estado.

Fonte de renda
– A fábrica de rações que vai fornecer o alimento aos peixes entrou em operação em agosto. A indústria foi construída com tecnologia suíça e norte-americana, e tem capacidade de produção de 200 toneladas/dia. A estrutura física construída permite triplicar a produção.
O cultivo de peixe no Paraná, concentrado na região Oeste, é fonte de renda de pequenos produtores, que investem principalmente na criação de tilápia. A espécie, originária de Ásia, representa 74% da produção de pescados no Paraná.
BRDE e C. Vale – O banco e a cooperativa mantém uma parceria de sucesso praticamente desde a fundação do BRDE. Para se ter ideia dos bons resultados da parceria, de 2011 até outubro de 2017, as contratações de financiamento diretamente com a C. Vale passam de R$ 300 milhões. Além disso, são mais R$ 67 milhões financiados diretamente com cooperados no mesmo período.
Entre os principais projetos apoiados pelo banco estão: modernização de diversas unidades de recebimento de grãos; investimentos em abatedouro de aves; investimentos em silos para armazenagem; reformas e ampliações de supermercados.


Logo BRDE