BRDE

Financiamento à inovação é um dos grandes focos do BRDE. O Banco é atualmente o maior repassador do Brasil da linha Inovacred, que apoia empresas com projetos inovadores na área de produtos, processos, gestão e marketing, podendo financiar pesquisa, desenvolvimento e testes de conceito, simulações, adaptações de tecnologias, ensaios, certificações e outros.
Para ampliar sua atuação na área, o BRDE assinou convênio de cooperação com a Empresa Brasileira de Pesquisa de Inovação Industrial (EMBRAPII), com objetivo de facilitar o financiamento de projetos inovadores na Região Sul. O Banco ofertará crédito de longo prazo a empresas e empreendedores aptos a receber recursos subsidiados da EMBRAPII por meio das unidades e polos credenciados da empresa.
A EMBRAPII oferece recursos financeiros não-reembolsáveis para a implantação de projetos de PD&I em parceria com empresas. O apoio financeiro aos projetos se dá pela subvenção de até 1/3 das despesas dos projetos aprovados, enquanto o restante do valor será dividido entre a empresa parceira e a Unidade.
Atualmente, há 27 Unidades da EMBRAPII em operação no país. No Paraná, a Unidade parceira é o Instituto Lactec, que está entre os maiores centros de ciência e tecnologia do país, sendo referência em soluções inovadoras para o segundo setor – empresas, indústrias e concessionárias de energia. O Lactec tem cinco unidades em funcionamento em Curitiba (PR).
O prospector da Agência Paraná Sérgio Hekave avaliou como positivo o trabalho conjunto com a EMBRAPII. “A atuação da EMBRAPII é mais uma ferramenta para facilitar o acesso de empresas inovadoras a linhas de financiamento para viabilizar seus projetos. É uma forma também de reforçar a divulgação dos produtos do BRDE”, avaliou.
Fomento à inovação – A EMBRAPII, em parceria com a Federação das Indústrias do Paraná e (Fiep) e Confederação Nacional da Indústria (CNI) promoverá de 5 a 8 de junho o seminário “Mecanismos de Fomento à Inovação de Empresas” em Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel. O primeiro encontro será em Curitiba, no dia 5, com a presença do BRDE.
A gerente adjunta de Planejamento e Novos Negócios do Banco, Lisiane Astarita, participará do painel Fontes de Financiamento, juntamente com representantes do BNDES, Finep, Fundação Araucária, SEBRAE e SENAI. O evento acontecerá no Centro de Eventos Sistema Fiep, no Jardim Botânico, das 9h às 12h30. Informações pelo telefone: (41) 3271-7857.
Em Londrina, o encontro será no dia 6 de junho. Em Maringá, no dia 7 e em Cascavel, no dia 8. Informações sobre endereços e horários pelos telefones, respectivamente: (43) 3294-5157; (44) 3293-6736; (45) 3220-5442. Para mais informações sobre financiamento à inovação, entre em contato com a equipe de atendimento da Agência Paraná, pelo telefone (41) 3219-8150 ou pelo e-mail brdepr@brde.com.br.

Com participação do BRDE, o governo do Paraná está investindo R$ 1,5 bilhão em obras para ampliação de sistemas de água e de coleta e tratamento de esgoto nos municípios paranaenses. As obras começaram neste ano e seguem até 2018. No Litoral, o BRDE financia a ampliação da rede de esgoto de Matinhos e Pontal do Paraná.
Foram entregues 6 mil ligações de esgoto nos dois municípios, das 25 mil previstas no projeto. O valor total da obra, que está sendo executada pela empresa Saneamento Litoral Paraná, é de R$ 252 milhões. É o maior investimento em saneamento da história do Litoral paranaense.
Na primeira etapa do projeto, foram investidos R$ 70 milhões. O BRDE participa da obra, em parceria com a Caixa Econômica Federal, com o repasse de R$ 58,8 milhões. A obra representa o primeiro contrato de financiamento do Banco para o setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos, do governo federal.
Resíduos e reciclagem – O BRDE também apoia projetos de gestão de resíduos e reciclagem no agronegócio, na indústria, no comércio e em serviços, por meio do programa Produção e Consumo Sustentáveis (PCS).
Conheça os investimentos apoiáveis:
– Projetos para reduzir a utilização de materiais em processos industriais e comerciais;
– Investimentos para reciclagem de resíduos;
– Tratamento de resíduos sólidos, efluentes e emissões atmosféricas para sua adequada destinação.
São financiáveis os itens:
– Máquinas e equipamentos;
– Máquinas e equipamentos novos, incluindo os conjuntos e sistemas industriais produzidos no país e constantes do Credenciamento de Fabricantes Informatizado (CFI do BNDES);
– Estudos e projetos de engenharia relacionados ao investimento;
– Pesquisa, desenvolvimento e inovação;
– Instalação e montagem de equipamentos;
– Terraplanagem, perfuração e movimentação do solo.
Além de resíduos e reciclagem, o PCS tem outros quatro subprogramas: Energias Limpas e Renováveis; Uso Racional e Eficiente da Água; Agronegócio Sustentável e Cidades Sustentáveis.
Mais informações sobre financiamento pelo programa PCS: www.brde.com.br ou ligue para (41) 3219-8150. Outra opção é enviar e-mail para brdepr@brde.com.br

A Agência Paraná do BRDE participa até o próximo domingo (14) da 45ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá – Expoingá 2017, com a oferta de linhas de financiamento para projetos de todos os setores da economia. Durante a Expoingá, o BRDE liberará recursos a empresários e produtos rurais da região.
O Banco apoia a Expoingá e tem estande próprio na feira para atendimento a parceiros e novos clientes. O BRDE levou para a feira linhas com taxas e prazos de pagamento diferenciados para projetos da cadeia do agronegócio, de produtores rurais, empresas de todos os tamanhos e dos setores de inovação, sustentabilidade e energia.
A feira foi aberta oficialmente na sexta-feira (5), com a presença do governador Beto Richa, dos diretores do BRDE Orlando Pessuti e João Luiz Regiani e técnicos do Banco. Participaram também a vice-governadora Cida Borghetti e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, além de empresários e lideranças do setor agropecuário da região. “A Expoingá muito nos orgulha, por ter se consolidado como uma das maiores feiras agropecuárias do país”, disse Richa.
A presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), que promove a feira, Maria Iraclézia de Araújo, afirmou que a Expoingá traz o que há de melhor em tecnologia para o agronegócio. “E as instituições financeiras aqui presentes vieram para fazer a diferença e financiar quem produz”, acrescentou.
“Para o BRDE, como banco propulsor do desenvolvimento do nosso Estado, é um orgulho estar novamente participando da Expoingá, uma das principais feiras agropecuárias do país, que ao longo dos anos consolidou-se como uma grande vitrine de produtos, novas tecnologias, máquinas e equipamentos”, afirmou o diretor de Operações do BRDE, João Luiz Regiani.
“Tudo que está dentro desse parque de exposições representa a vida do BRDE. Aqui estão a agricultura, a pecuária, o setor florestal, o comércio e a prestação de serviços, segmentos que são financiados pelo banco”, disse o diretor Orlando Pessuti. “O banco está aqui para dar continuidade a esse trabalho de parceria com o empreendedorismo, com o desenvolvimento”.
Financiamento – O BRDE poderá fechar negócios na Expoingá para apoio ao agronegócio e projetos de geração de energia e eficiência energética; pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços; uso racional e eficiente da água; gestão de resíduos e reciclagem, recuperação de pastagens e sistemas de integração lavoura-pecuária-florestas.
As linhas do BRDE para o agronegócio financiam a compra de máquinas e equipamentos; armazenagem; ampliação e construção de unidades frigoríficas e de beneficiamento; projetos de inovação tecnológica, modernização, florestas, comercialização de produtos da agropecuária, aquisição de matrizes e reprodutores, entre outros itens.
Exposição – A Expoingá é um dos maiores eventos do agronegócio e entretenimento do Paraná. Recebe todos os anos em torno de 500 mil visitantes e empreendedores. Durante a feira, patrocinadores e expositores dos setores do agronegócio, indústria, comércio e serviços encontram o cenário propício para apresentar e lançar produtos, gerando grande volume em negócios e prospectando novos clientes.
Com a expectativa de comercialização de aproximadamente R$ 400 milhões entre negócios gerados e prospectados, a 45ª Expoingá tem mais de mil expositores confirmados da agropecuária, indústria, comércio e prestação de serviços de oito estados, além de instituições financeiras.
Na programação estão 70 atrações culturais, onze shows com grandes artistas nacionais, exposição, julgamento e leilão de animais, além de dezenas de estandes de gastronomia, rodeios, a tradicional barraca universitária e a fazendinha, feira de produtos da agroindústria familiar.
Maringá e região – A mesorregião Norte Central Paranaense, da qual Maringá faz parte, é considerada uma região estratégia para o BRDE. A região concentra grandes clientes do banco, como cooperativas e empresas de vários setores da economia, além dos negócios gerados no segmento de comércio e serviços.
De 2011 a 2016, os investimentos do BRDE na mesorregião chegaram a R$ 1,13 bilhão, dos quais mais de R$ 400 milhões liberados a empreendedores da microrregião de Maringá. Só para projetos da indústria de transformação da região de Maringá foram contratados financiamentos no valor de R$ 146 milhões.

A Agência Paraná do BRDE celebrou em abril o repasse de R$ 121,5 milhões a produtores rurais, cooperativas, empresas e instituições dos setores de transporte, saúde, educação e comércio. Entre os beneficiados estão o Hospital do Rocio, o Colégio Marista Paranaense, a TGA Transportes Gralha Azul, a Livrarias Curitiba, a Prefeitura de São José dos Pinhais e o Supermercado Quintetto.
O BRDE financiou a obra final do novo ambulatório da Maternidade e Cirurgia Nossa Senhora do Rocio (Hospital do Rocio), em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, instituição que atende unicamente pelo SUS. O novo ambulatório tem 43 consultórios e sua capacidade de atendimento passará de 5 mil para 30 mil consultas por mês. O valor do projeto é de R$ 34,4 milhões, dos quais R$ 13,7 milhões financiados pelo Banco.
Educação – Com apoio do BRDE, a Rede Marista de Colégios (Grupo Marista) no Paraná irá ampliar uma de suas unidades em Curitiba, o tradicional Colégio Marista Paranaense, com a construção de um prédio que será utilizado pelo Núcleo de Atividades Complementares (NAC), destinado tanto para os seus alunos quanto para a comunidade. O valor da obra é de R$ 24,2 milhões, dos quais R$ 11 milhões serão financiados pelo BRDE.
O diretor financeiro do Grupo Marista, Maurício Zanforlin, afirmou que o BRDE oferece as melhores condições para as empresas. “O Banco entendeu a nossa necessidade, olhando não apenas o aspecto financeiro, mas também para as nossas características para identificar a linha de financiamento mais adequada”, explicou.
Transporte – A empresa TGA Transportadora Gralha Azul do Brasil atua desde 1990 nos territórios nacional e internacional com transporte, armazéns gerais e operações logísticas. Tem unidades no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. Fora do País, atua na Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Bolívia.
Para dar suporte ao crescimento da empresa previsto para os próximos anos, que inclui o aumento da sua atuação no Mercosul, a empresa obteve financiamento R$ 3,5 milhões no BRDE. A frota da empresa, considerando os veículos motores e sobressalentes, é composta por aproximadamente 300 veículos.
Comércio e serviços – Com a Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A, proprietária da Livrarias Curitiba, o contrato de financiamento é de R$ 28 milhões para construção de um novo centro de distribuição, de um centro administrativo da empresa e de novas lojas. O grupo começou suas atividades em 1963.
Hoje, a rede tem 27 lojas no Paraná, Santa Catarina e São Paulo e mais de mil colaboradores. Vende mais de 100 mil itens entre livros, papelaria e presentes, áudio e vídeo, informática e tecnologia. Está entre as dez maiores redes de livrarias do País.
A empresa IR da Silva vai construir uma nova loja do Supermercado Quintetto no Balneário Shangri-lá, em Pontal do Paraná, com apoio do BRDE, que liberou R$ 4 milhões para apoiar o empreendimento. A nova unidade terá uma área construída de 2.392,50 mil metros quadrados e nove check-outs.
Municípios – Reforçando parcerias com os municípios do Paraná, o BRDE apoiará diversas obras de mobilidade, paisagismo e sinalização em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a liberação de R$ 6,2 milhões em financiamento.
Os recursos serão investidos na execução de 87 mil metros quadrados de pavimentação de via rural e urbana, construção de calçadas em CBUQ e de rampas para uso de pessoas com deficiências, plantio de grama, sinalização vertical e horizontal, serviços complementares e fixação de placa em obras.
Saiba mais sobre as linhas de financiamento e os programas do BRDE. Visite a Agência Paraná – Avenida João Gualberto, 570, Alto da Glória Curitiba – ou entre em contato pelo telefone (41) 3219-8150 ou e-mail brdepr@brde.com.br.

Foi positiva a participação da Agência Paraná do BRDE na Feira Mercosuper 2017, que aconteceu nos dias 18, 19 e 20 de abril, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. O banco reforçou parcerias e atraiu novos clientes com a oferta de linhas de financiamento que atendem desde o pequeno mercado até as grandes redes supermercadistas.
Para o setor supermercadista, o Banco oferece linhas de crédito que financiam até 80% dos investimentos, com taxa de juros a partir de TJLP+6,6%a.a, conforme o tipo de projeto e o porte. É possível financiar obras civis, instalações, equipamentos, mobiliário, capital de giro associado e demais despesas pertinentes aos investimentos.
Entre 2012 e 2016, mercados de todos os portes e redes de supermercados em todo Paraná contrataram R$ 99,2 milhões em financiamentos no BRDE. Foram operações para expansão da atividade, ampliação da área de panificação, aquisição de equipamentos, construção de novas lojas e reformas de unidades em funcionamento.
Entre as operações mais recentes com o setor supermercadista, destacam-se os projetos de expansão de atividades do Boza Supermercados, de Fazenda Rio Grande, na Grande Curitiba, e do Quintetto Supermercado, de Matinhos, no Litoral do Estado.
Agropecuária – A Expofrísia, exposição agropecuária realizada anualmente pela Cooperativa Frísia, em Carambeí, onde se encontra uma das maiores bacias leiteiras do país, foi outra oportunidade de geração de negócios para o BRDE. A edição de 2017 aconteceu nos dias 27, 28 e 29 de abril, no Pavilhão de Exposições Frísia do Parque Histórico de Carambeí.
A Expofrísia consolidou-se como referência e sinônimo de genética de qualidade do gado leiteiro, com a região dos Campos Gerais e os produtores pecuaristas apresentando alto índice de produtividade com as raças holandesas.
A feira mostrou, além da genética bovina, produtos, serviços e processos que tornaram a região uma das mais tecnificadas e produtivas do país. A exposição recebeu visitantes de diversas regiões do Brasil e também de outros países, que buscaram na feira as novidades oferecidas ao setor, além da troca de conhecimentos.
Expoingá – De 4 a 14 de maio, o BRDE estará presente na Expoingá 2017, em Maringá, com a oferta de linhas de financiamento para investimentos em todos os setores da economia. São linhas com taxas e prazos de pagamento diferenciados para projetos da cadeia do agronegócio, de produtores rurais, empresas de todos os tamanhos e dos setores de comércio e serviços, inovação, sustentabilidade e energia.
O Banco terá estande próprio na feira, com equipe técnica preparada para atender parceiros e novos clientes. A Expoingá, organizada pela Sociedade Rural de Maringá, é uma das principais feiras agropecuárias do Paraná. Recebe todos os anos em torno de meio milhão de visitantes e empreendedores.
Sábado Show – Técnicos do BRDE também estarão atendendo clientes e parceiros na 11ª edição do Sábado Show, promovido pela MacPonta, que tem como objetivo oferecer ao setor equipamentos, peças e serviços a condições diferenciadas. Serão dois eventos no dia 13 de maio em Guarapuava, região Centro-Sul do Paraná, e no dia 20 de maio em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais.
Serão comercializados nos eventos equipamentos, peças e serviços a preços e condições de pagamentos diferenciados aos clientes, mostrando as facilidades de financiamento dos bancos parceiros. O movimento financeiro esperado para o evento gira em torno de R$ 40 milhões em vendas de máquinas e equipamentos. São esperadas 5 mil pessoas nos dois dias do evento.
O Sábado Show é uma grande oportunidade de prospecção de novos negócios, já que o BRDE trabalha com linhas de financiamento competitivas e prazos adequados às necessidades do público-alvo dos eventos – produtores rurais, pecuaristas e demais parceiros do agronegócio da região envolvida interessados em investir em máquinas e equipamentos.
Para conhecer as linhas de financiamento do BRDE para o comércio varejista entre em contato com a Equipe de Atendimento da Agência Paraná através do telefone (41) 3219-8150 ou pelo e-mail brdepr@brde.com.br.

O BRDE é um dos agentes financeiros repassadores de recursos do FGTS. Os recursos são destinados aos setores público e privado e tem como finalidade investimentos nas áreas de saneamento e mobilidade. O gestor de aplicação dos recursos é o Ministério das Cidades, responsável por expedir as normas e estabelecer os critérios para enquadramento nos programas.
Na área de saneamento, os recursos são repassados por meio do programa Saneamento Para Todos, do governo federal, que permite o financiamento de diversas modalidades como: abastecimento de água, saneamento, manejo de águas pluviais e manejo de resíduos sólidos incluindo a geração de energia a partir do resíduo, entre outros.
Pelo programa Saneamento para Todos, o BRDE participa, em parceria com a Caixa Econômica Federal, da maior obra de saneamento da história do Litoral do Paraná. São as obras de ampliação da rede de esgoto de Matinhos e Pontal do Paraná. O projeto prevê 25 mil ligações de esgoto nos dois municípios.
A primeira etapa do projeto já foi concluída, com a entrega de 6 mil ligações de esgoto. O BRDE participa do projeto com o repasse de R$ 58,8 milhões. É o primeiro contrato de financiamento do Banco para o setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos.
Para a área de mobilidade, o destaque é o Refrota, programa do governo federal que permite a modernização da frota de transporte público coletivo urbano com recursos do FGTS. A taxa é de TR +9,0%a.a.e, com prazos de até 20 anos. O programa visa renovar até 10% da frota de ônibus urbanos e metropolitanos do país.
Para saber mais sobre financiamento de projetos com recursos do FGTS procure a equipe de atendimento da Agência Paraná do BRDE pelo telefone (41) 3219-8150 ou e-mail brdepr@brde.com.br.

O BRDE está presente na 36ª Feira e Convenção Paranaense de Supermercados – Mercosuper 2017, com linhas de financiamento que atendem desde o pequeno mercado até as grandes redes supermercadistas. A feira foi aberta na tarde desta terça-feira (18), no espaço de exposições Expotrade, em Pinhais. O BRDE tem estande próprio na feira para atendimento de parceiros e novos clientes.
Além das linhas de crédito convencionais disponíveis a empresas de todos os portes, o BRDE também apresentará na Mercosuper as condições de financiamento para projetos nas áreas de energias renováveis e eficiência energética, inovação e produção e consumo sustentável. O vice-presidente e diretor Administrativo do Banco, Orlando Pessuti, participou da abertura.
A Mercosuper, promovida pela Associação Paranaense de Supermercados (Apras), é a maior feira do setor na Região Sul e a segunda no país. Na feira, os principais fornecedores do setor mostrarão aos varejistas paranaenses, em primeira mão, novidades para o segmento, como produtos, serviços e soluções tecnológicas com valores e negociações exclusivas.
“O setor supermercadista tem importante participação nos ativos do BRDE”, afirmou Pessuti. “Nesse contexto, a Mercosuper permite a divulgação dos produtos do banco e a prospecção de novos negócios”. Também estavam presentes na abertura da feira o assessor de diretoria Erikson Chandoha e os técnicos Luiz Antônio Werlang e Paulo Marques Ferreira.
Entre 2012 e 2016, mercados de todos os portes e redes de supermercados em todo Paraná contrataram R$ 99,2 milhões em financiamentos no BRDE. Foram operações para expansão da atividade, ampliação da área de panificação, compra de equipamentos, construção de nova sede e reformas de unidades em funcionamento.
O presidente da Apras, Pedro Zoanir Zonta, disse que a Mercosuper dobrou de tamanho em relação a 2016. Com 190 expositores, a expectativa é que a feira recebe 45 mil visitantes e gera negócios no valor de R$ 540 milhões. O setor supermercadista paranaense faturou R$ 21,5 bilhões no ano passado.
Programação – A programação da Mercosuper 2017 inclui palestras, painéis e debates com os seguintes temas: tendências de mercado e hábitos de consumo; impacto da tecnologia na cadeia supermercadista; eficiência energética; criatividade e vendas; estratégia de branding em supermercado; logística reversa e padaria competitiva, entre outros.
A edição de 2016 da Mercosuper, apesar do cenário econômico, cresceu 50% em número de expositores e 71% no público-alvo – supermercados, panificadoras e atacados. O número de visitantes ficou próximo de 40 mil. O volume de negócios chegou a R$ 450 milhões, gerando mais de 4,5 mil empregos.
DSCN2669DSCN2674DSCN2675DSCN2682DSCN2671DSCN2686zonta17

A Agência Paraná do BRDE assinou nesta quarta-feira (12), em solenidade com o governador Beto Richa, contratos de financiamento no valor de R$ 121,5 milhões com empresas e instituições dos setores de transporte, saúde e educação, distribuidora de livros, cooperativas e produtores rurais.
“O Banco tem sido um dos pilares do desenvolvimento do Estado, é um orgulho do Paraná, porque consegue fortalecer a economia, mesmo em um momento de crise nacional, e prover a necessidade do setor produtivo do Estado”, afirmou o governador.
Na solenidade, Richa também recebeu dos diretores do BRDE, Orlando Pessuti e João Luiz Regiani, o balanço de 2016 do banco, que aponta investimentos de mais de R$ 3 bilhões na Região Sul, dos quais R$ 1,160 bilhão no Paraná. Além disso, foi comemorada a entrega de R$ 60,6 milhões aos associados da Cooperativa Sicredi Campos Gerais, em 20 anos de parceria.
O governador destacou o papel do BRDE no desenvolvimento do Estado. “O BRDE contribui com o crescimento de muitos setores, como o agronegócio, educacional, de saúde. É importante essa capacidade do nosso banco de fomentar o crescimento econômico do Paraná, beneficiando as mais diversas áreas da economia”, afirmou.
Richa lembrou que o banco foi capitalizado em seu governo, com um aporte de R$ 200 milhões, que alavanca em sete vezes a capacidade de financiamento da instituição. “Conseguimos resgatar a confiança do empresariado e o Paraná voltou a ser uma terra promissora. Quem trabalha e produz riquezas e empregos merece nosso apoio”, completou.
O vice-presidente e diretor Administrativo do BRDE, Orlando Pessuti, afirmou que, mesmo com a crise econômica nacional, o resultado do banco no ano passado foi satisfatório. “É um balanço positivo, que traz números promissores para a economia paranaense e do Sul do País”, disse.
Os ativos totais do banco superaram R$ 16 bilhões no ano passado, explicou Pessuti. “Fechamos o ano com cerca de R$ 13,6 bilhões em ativos (créditos em circulação). A maioria deles, R$ 5,6 bilhões, está no Paraná”, destacou. “Apesar da crise, tivemos um lucro R$ 117 milhões, recurso que irá capitalizar o BRDE, podendo alavancar ainda mais a economia com novos financiamentos”.
Financiamentos – Os contratos de financiamento foram firmados com o Hospital do Rocio (Campo Largo); Colégio Marista Paranaense (Curitiba); TGA Transportes Gralha Azul; Livrarias Curitiba; Prefeitura de São José dos Pinhais; IR Silva – Supermercados e com o produtor rural Rogério Nogaroli.
O diretor de Operações do Banco, João Luiz Regiani, afirmou que os financiamentos ajudam o Paraná a se tornar um ponto fora da curva na economia nacional. “O BRDE é o banco que mais apoia o agronegócio do Paraná, mas também fomenta a indústria, o comércio, o setor de serviços e todos os segmentos da economia”, disse. “Mesmo em um momento de crise, temos as condições de promover um nível muito elevado de investimentos no segmento econômico”, ressaltou.
CONTRATOS E VALORES
Maternidade e Cirurgia Nossa Senhora do Rocio (Hospital do Rocio)- R$ 13.764.200,00 – Campo Largo
União Catarinense de Educação (Colégio Marista) -R$ 11.000.000,00 – Curitiba
TGA Transportadora Gralha Azul do Brasil – R$ 3.500.000,00 – Quatro Barras
Ampliação do Convênio com a Credicoamo – R$ 53.500.000,00 – Campo Mourão
Produtor Rogério Nogarolli – R$ 1.500.000,00 – Palmeira
IR da Silva Supermercado – R$ 4.000.000,00 – Pontal do Paraná
Prefeitura de São José dos Pinhais – R$ 6.210.000,00 – São José dos Pinhais
Livrarias Curitiba – R$ 28.029.000,00 – Curitiba
TOTAL: R$ 122.073.730,00
OS INVESTIMENTOS DE EMPRESAS E INSTITUIÇÕES
HOSPITAL DO ROCIO – O BRDE financiou a obra final de implantação de um moderno ambulatório da Maternidade e Cirurgia Nossa Senhora do Rocio (Hospital do Rocio), em Campo Largo, contíguo à nova sede do estabelecimento, uma área construída de 6.407,60 m².
O novo ambulatório tem 43 consultórios e sua capacidade de consultas por mês passará de 5 mil para 30 mil. O valor do projeto é de R$ 34,4 milhões, dos quais R$ 13,7 milhões financiados pelo BRDE. O Hospital do Rocio atende unicamente pelo SUS, principalmente com procedimentos de alta complexidade.

COLÉGIO MARISTA PARANAENSE
– Com apoio do BRDE, a Rede Marista de Colégios (Grupo Marista) no Paraná irá ampliar uma de suas unidades em Curitiba, o tradicional Colégio Marista Paranaense, com a construção de um prédio que será utilizado pelo Núcleo de Atividades Complementares (NAC), destinado tanto para os seus alunos quanto para a comunidade.
O diretor financeiro do Grupo Marista, Maurício Zanforlin, afirmou que o BRDE oferece as melhores condições para as empresas. “O Banco entendeu a nossa necessidade, olhando não apenas o aspecto financeiro, mas também para as nossas características para identificar a linha de financiamento mais adequada”, explicou.
O novo prédio terá auditório, salas para atividades extracurriculares e estacionamento coberto, totalizando mais de 13 mil metros quadros de área construída. Na mesma área, também serão construídas duas quadras de esportes. O valor da obra é de R$ 24,2 milhões, dos quais R$ 11 milhões serão financiados pelo BRDE.
A proponente do financiamento é a União Catarinense de Educação (UCE), entidade filantrópica que desenvolve projetos nas áreas educacional e de assistência social. O Grupo Marista atua nas áreas da educação – da escola à universidade – solidariedade, saúde e comunicação. Além disso, possui negócios suplementares que apoiam de maneira sustentável as iniciativas da instituição.

TGA TRANSPORTES GRALHA AZUL
– A empresa TGA Transportadora Gralha Azul do Brasil atua desde 1990 nos territórios nacional e internacional com transporte, armazéns gerais e operações logísticas. Tem unidades no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. Fora do País, atua na Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Bolívia.
Sua frota, considerando os veículos motores e sobressalentes, é composta por aproximadamente 300 veículos.
Atua na prestação de serviços de transportes de modal rodoviário, destinado à área industrial, atendendo principalmente transporte especializado para os setores químico, automobilístico e metal-mecânico. Para dar suporte ao crescimento da empresa previsto para os próximos anos, que inclui o aumento da sua atuação no Mercosul, a empresa obteve financiamento R$ 3,5 milhões no BRDE.
PRODUTOR RURAL – O BRDE está contratando R$ 1,65 milhão ao produtor Rogério Nogaroli, do município de Palmeira, para investir na expansão da atividade agrícola de sua propriedade, com a construção de duas estufas, com área total de 9.072 metros quadrados para cultivo de alface e tomate. A capacidade de produção mensal será de 10 mil quilos de alface e 8,5 mil quilos de tomate.
Nogaroli explicou que sem o apoio do BRDE não conseguiria expandir a sua produção. “Tentei financiamento em outros bancos e não consegui. Somente por intermédio do BRDE e do Sicredi isso foi possível”, contou. “Já trabalhamos com a produção de grãos e pecuária intensiva. Com o crédito, podemos ampliar nossa renda”, afirmou.
O produtor firmou parceria para fornecimento destes produtos à rede Madero de restaurantes. A produção se dará pelo sistema de cultivo protegido e, como a necessidade de fornecimento de água é constante, a estufa foi projetada de modo a reutilizar a água da chuva recolhida por calhas instaladas em toda a sua extensão, além de a propriedade ter poço artesiano. Com isso, ficam garantidos os níveis de produtividade e qualidade dos produtos. O projeto inclui ainda uma câmara de resfriamento para armazenagem dos produtos.
CONVÊNIO CREDICOAMO – O BRDE está ampliando em R$ 53,5 milhões o limite para financiamento a produtores rurais associados da Credicoamo. Com isso, o valor do convênio firmado em 2011 com a cooperativa passará dos atuais R$ 193 milhões para R$ 246 milhões.
O convênio coloca crédito agrícola de longo prazo à disposição dos produtores rurais cooperados da cooperativa Credicoamo para aquisição de maquinário agrícola diverso, utilizando recursos do BNDES e do Fundo Constitucional do Centro Oeste (FCO). O valor contratado no âmbito do convênio de 2011 até agora chega a R$ 186 milhões, por meio de 590 operações de crédito.
LIVRARIAS CURITIBA – Com a Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A, proprietária da Livrarias Curitiba, o contrato de financiamento é de R$ 28 milhões para construção de um novo centro de distribuição, de um centro administrativo da empresa e de novas lojas.
O grupo começou suas atividades em 1963, com a abertura de uma loja localizada na Rua Voluntários da Pátria, com apenas quatro funcionários. Hoje, a rede tem 27 lojas no Paraná, Santa Catarina e São Paulo e mais de mil colaboradores. Vende mais de 100 mil itens entre livros, papelaria e presentes, áudio e vídeo, informática e tecnologia. Está entre as dez maiores redes de livrarias do País.
PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – Reforçando parcerias com os municípios do Paraná, o BRDE apoiará diversas obras de mobilidade, paisagismo e sinalização em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a liberação de R$ 6,2 milhões em financiamento.
Os recursos serão investidos na execução de 87 mil metros quadrados de pavimentação de via rural e urbana, construção de calçadas em CBUQ e de rampas para uso de pessoas com deficiências, plantio de grama, sinalização vertical e horizontal, serviços complementares e fixação de placa em obras.
IR SILVA – SUPERMERCADO – A empresa IR da Silva vai construir uma nova loja do Supermercado Quintetto no Balneário Shangri-lá, em Pontal do Paraná, com apoio do BRDE, que liberou R$ 4 milhões para apoiar o empreendimento. A nova unidade terá uma área construída de 2.392,50 mil metros quadrados e nove check-outs.
PARCERIA COM SICREDI CAMPOS GERAIS
Em 1997, foram contratados os primeiros empréstimos para associados da Cooperativa Sicredi Campos Gerais no âmbito da parceria com o BRDE. Desde então, foram realizadas 296 operações de crédito, que somam R$ 60,6 milhões. O presidente do Sicredi Campos Gerais, Popke Ferndinand der Vinne, explicou que a parceria com o BRDE permite o financiamento a 50 mil associados, a grande maioria agricultor.
“Para nós, o repasse de financiamentos do BRDE é muito importante, pois permite a fidelização de nossos associados. São recursos com baixo custo financeiro para o investimento de nossos produtores”, disse. “Tudo o que pedimos ao banco é prontamente atendido de forma rápida”, elogiou.

Interessados em obter financiamento para o Plano Safra 2016/2017 devem se apressar. O BRDE receberá propostas até 22 de maio próximo. Para protocolar o pedido, é necessário apresentar documentos cadastrais, projetos e orçamento dos investimentos. O prazo para contratação do financiamento termina em 30 de junho. As operações serão contratadas de acordo com disponibilidade orçamentária de cada linha.
Uma das linhas disponíveis ao setor agrícola é o Inovagro, que atende produtores rurais que pretendam inserir novas tecnologias em suas propriedades. Para operações contratadas até 30 de junho deste ano, a taxa é de 8,5% a.a., com prazo total de até 10 anos, incluído aí o período de carência de até três anos.
A linha pode financiar os seguintes itens:
– implantação de sistemas para geração e distribuição de energia alternativa à eletricidade convencional, para consumo próprio, como a energia eólica, solar e de biomassa, observado que o projeto deve ser compatível com a necessidade de demanda energética da atividade produtiva instalada na propriedade rural;
– serviços de agricultura de precisão;
– automação, adequação e construção de instalações para os segmentos de avicultura, suinocultura e pecuária de leite;
– programas de computadores para gestão, monitoramento ou automação, entre outros.
Para outras informações acesse o site www.brde.com.br ou entre em contato com a Agência Paraná do BRDE pelo telefone (41) 3219-8150 ou email brdepr@brde.com.br.
Expolondrina – Até 9 de abril, o BRDE estará presente estará presente na 57.ª edição da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina – Expolondrina, uma das maiores feiras do setor no país, com linhas de financiamento com taxas e prazos de pagamento diferenciados para atender produtores rurais, cooperativas, pecuaristas, empresas, comércio e serviços.
São linhas de apoio a projetos de inovação no campo e nas cidades, pesquisa e desenvolvimento, modernização de propriedades rurais, destinação correta de resíduos sólidos e renovação de frota de ônibus. Os recursos serão liberados durante a feira, com a assinatura de contratos entre a Agência Paraná do BRDE e empresas de Londrina e região.

O BRDE apresentou as condições de financiamento para o setor de Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs) durante 1º Workshop Nacional de CGHs, que aconteceu no final de março, em Curitiba. A apresentação foi feita pela gerente de Planejamento e Novos Negócios da Agência Paraná, Tatiana Henn.
O setor é considerado prioritário para o BRDE, que enviou ao evento colaboradores do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para aprimorar conhecimentos e realizar contatos. O Banco está analisando 18 projetos de CGHs em toda Região Sul e Mato Grosso do Sul.
Organizado pela ABRAPCH – Associação Brasileira de Pequenas Centrais Hidrelétrica e Centrais Geradoras Hidrelétricas, o workshop teve como objetivo fomentar o debate técnico e comercial no setor de CGHs, levando em conta a aprovação da MP 735, Lei nº13/360, que aumentou a capacidade de instalação máxima das CGHs, de 3MW para 5MW.
A mudança beneficia os empreendedores, pois simplifica o processo de licenciamento ambiental, diminui o tempo de construção do empreendimento e dispensa apresentação de projeto básico na Aneel. Além disso, aumenta também a representação das CGHs na matriz energética brasileira.
Interessados em investir em infraestrutura devem entrar em contato com a Agência Paraná do BRDE pelo telefone (41) 3219-8150 ou pelo email brdepr@brde.com.br.