BRDE

Com participação do BRDE, o governo do Paraná está investindo R$ 1,5 bilhão em obras para ampliação de sistemas de água e de coleta e tratamento de esgoto nos municípios paranaenses. As obras começaram neste ano e seguem até 2018. No Litoral, o BRDE financia a ampliação da rede de esgoto de Matinhos e Pontal do Paraná.
Foram entregues 6 mil ligações de esgoto nos dois municípios, das 25 mil previstas no projeto. O valor total da obra, que está sendo executada pela empresa Saneamento Litoral Paraná, é de R$ 252 milhões. É o maior investimento em saneamento da história do Litoral paranaense.
Na primeira etapa do projeto, foram investidos R$ 70 milhões. O BRDE participa da obra, em parceria com a Caixa Econômica Federal, com o repasse de R$ 58,8 milhões. A obra representa o primeiro contrato de financiamento do Banco para o setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos, do governo federal.
Resíduos e reciclagem – O BRDE também apoia projetos de gestão de resíduos e reciclagem no agronegócio, na indústria, no comércio e em serviços, por meio do programa Produção e Consumo Sustentáveis (PCS).
Conheça os investimentos apoiáveis:
– Projetos para reduzir a utilização de materiais em processos industriais e comerciais;
– Investimentos para reciclagem de resíduos;
– Tratamento de resíduos sólidos, efluentes e emissões atmosféricas para sua adequada destinação.
São financiáveis os itens:
– Máquinas e equipamentos;
– Máquinas e equipamentos novos, incluindo os conjuntos e sistemas industriais produzidos no país e constantes do Credenciamento de Fabricantes Informatizado (CFI do BNDES);
– Estudos e projetos de engenharia relacionados ao investimento;
– Pesquisa, desenvolvimento e inovação;
– Instalação e montagem de equipamentos;
– Terraplanagem, perfuração e movimentação do solo.
Além de resíduos e reciclagem, o PCS tem outros quatro subprogramas: Energias Limpas e Renováveis; Uso Racional e Eficiente da Água; Agronegócio Sustentável e Cidades Sustentáveis.
Mais informações sobre financiamento pelo programa PCS: www.brde.com.br ou ligue para (41) 3219-8150. Outra opção é enviar e-mail para brdepr@brde.com.br

Banco vai financiar iniciativas já aprovadas pela EMBRAPII para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE e a Empresa Brasileira de Pesquisa de Inovação Industrial (EMBRAPII) formalizaram um convênio para facilitar o financiamento de projetos inovadores na Região Sul. Por meio do acordo, o BRDE vai oferecer crédito de longo prazo para empresas e empreendedores aptos a receber recursos subsidiados da EMBRAPII por meio de suas unidades e polos credenciados.
A atuação da EMBRAPII se dá por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas (Unidades) em várias regiões do País. A EMBRAPII oferece recursos financeiros não-reembolsáveis para a implantação de projetos de PD&I em parceria com empresas. O apoio financeiro aos projetos se dá pela subvenção de até 1/3 das despesas dos projetos aprovados, enquanto o restante do valor será dividido entre a empresa parceira e a Unidade. Atualmente, há 27 Unidades em operação.
Como funciona – O acordo da EMBRAPII com o BRDE vai permitir que empresas inovadoras da Região Sul, especialmente pequenas e médias, tenham acesso a capital para investir a contrapartida faltante e completar o valor total do projeto. “O papel do BRDE é oferecer crédito de longo prazo por meio do programa BRDE Inova, que prevê condições diferenciadas de financiamento, para estes projetos que já foram analisados pelas unidades da EMBRAPII e que já demonstraram um elevado potencial inovador”, explica Nelson Ronnie dos Santos, superintendente do BRDE em Santa Catarina.
Para o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães, a parceria com o BRDE é um elemento especial para estimular ainda mais a participação efetiva do segmento industrial da Região Sul no esforço de ampliar a inovação em projetos de P&D das próprias empresas. “O modelo operacional da EMBRAPII, que financia sem reembolso até um terço do valor do projeto, possibilita aos parceiros financeiros, como é o caso do BRDE, participação em vários formatos. Por isso, esta parceria tem um caráter especial, abrindo novas portas para impulsionar o desenvolvimento econômico de toda a Região Sul do país”, avaliou.
O acordo prevê ainda ações conjuntas de divulgação do programa BRDE Inova e das linhas de financiamento disponíveis dentro do convênio. A expectativa é de que as duas entidades identifiquem projetos inovadores que podem ser aderentes à modelagem do convênio e possam trocar informações e indicar entre si as iniciativas passíveis de financiamento.
Benefícios – Para o diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos do BRDE Neuto De Conto, o convênio vai contribuir para que o recurso da EMBRAPII chegue aos pequenos e médios negócios. “Muitas vezes são projetos extremamente criativos e inovadores, mas as empresas que os idealizaram encontram dificuldade em executá-los, pois estão em fase inicial ou os empreendedores não possuem recursos”, explica.
Outro grande benefício do convênio para as empresas do Sul será a agilidade de tramitação do processo de financiamento dentro do BRDE, segundo explica o diretor Financeiro Renato Vianna: “Como os projetos já foram analisados pelas Unidades da EMBRAPII, será possível conceder os financiamentos do BRDE de forma mais ágil. O Banco se compromete a atribuir prioridade na análise das solicitações de financiamento apresentadas pelas empresas industriais no âmbito deste convênio, além de condições facilitadas para as garantias”, afirma.
O diretor de Planejamento e Gestão da EMBRAPII, José Luis Gordon, explica que as Unidades credenciadas identificaram projetos de PD&I muito bons, com boas perspectivas de mercado, mas que acabavam não sendo executados, mesmo com o subsídio da EMBRAPII. “O convênio beneficiará empresas de todos os portes, porém a expectativa é de que as empresas menores sejam as mais favorecidas, pois muitas ficavam sem acesso ao recurso por não dispor da parte do investimento que cabia a elas nos projetos. O convênio com o BRDE vai permitir que elas financiem sua contrapartida com condições especiais”, explica.

A Agência Paraná do BRDE participa até o próximo domingo (14) da 45ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá – Expoingá 2017, com a oferta de linhas de financiamento para projetos de todos os setores da economia. Durante a Expoingá, o BRDE liberará recursos a empresários e produtos rurais da região.
O Banco apoia a Expoingá e tem estande próprio na feira para atendimento a parceiros e novos clientes. O BRDE levou para a feira linhas com taxas e prazos de pagamento diferenciados para projetos da cadeia do agronegócio, de produtores rurais, empresas de todos os tamanhos e dos setores de inovação, sustentabilidade e energia.
A feira foi aberta oficialmente na sexta-feira (5), com a presença do governador Beto Richa, dos diretores do BRDE Orlando Pessuti e João Luiz Regiani e técnicos do Banco. Participaram também a vice-governadora Cida Borghetti e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, além de empresários e lideranças do setor agropecuário da região. “A Expoingá muito nos orgulha, por ter se consolidado como uma das maiores feiras agropecuárias do país”, disse Richa.
A presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), que promove a feira, Maria Iraclézia de Araújo, afirmou que a Expoingá traz o que há de melhor em tecnologia para o agronegócio. “E as instituições financeiras aqui presentes vieram para fazer a diferença e financiar quem produz”, acrescentou.
“Para o BRDE, como banco propulsor do desenvolvimento do nosso Estado, é um orgulho estar novamente participando da Expoingá, uma das principais feiras agropecuárias do país, que ao longo dos anos consolidou-se como uma grande vitrine de produtos, novas tecnologias, máquinas e equipamentos”, afirmou o diretor de Operações do BRDE, João Luiz Regiani.
“Tudo que está dentro desse parque de exposições representa a vida do BRDE. Aqui estão a agricultura, a pecuária, o setor florestal, o comércio e a prestação de serviços, segmentos que são financiados pelo banco”, disse o diretor Orlando Pessuti. “O banco está aqui para dar continuidade a esse trabalho de parceria com o empreendedorismo, com o desenvolvimento”.
Financiamento – O BRDE poderá fechar negócios na Expoingá para apoio ao agronegócio e projetos de geração de energia e eficiência energética; pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços; uso racional e eficiente da água; gestão de resíduos e reciclagem, recuperação de pastagens e sistemas de integração lavoura-pecuária-florestas.
As linhas do BRDE para o agronegócio financiam a compra de máquinas e equipamentos; armazenagem; ampliação e construção de unidades frigoríficas e de beneficiamento; projetos de inovação tecnológica, modernização, florestas, comercialização de produtos da agropecuária, aquisição de matrizes e reprodutores, entre outros itens.
Exposição – A Expoingá é um dos maiores eventos do agronegócio e entretenimento do Paraná. Recebe todos os anos em torno de 500 mil visitantes e empreendedores. Durante a feira, patrocinadores e expositores dos setores do agronegócio, indústria, comércio e serviços encontram o cenário propício para apresentar e lançar produtos, gerando grande volume em negócios e prospectando novos clientes.
Com a expectativa de comercialização de aproximadamente R$ 400 milhões entre negócios gerados e prospectados, a 45ª Expoingá tem mais de mil expositores confirmados da agropecuária, indústria, comércio e prestação de serviços de oito estados, além de instituições financeiras.
Na programação estão 70 atrações culturais, onze shows com grandes artistas nacionais, exposição, julgamento e leilão de animais, além de dezenas de estandes de gastronomia, rodeios, a tradicional barraca universitária e a fazendinha, feira de produtos da agroindústria familiar.
Maringá e região – A mesorregião Norte Central Paranaense, da qual Maringá faz parte, é considerada uma região estratégia para o BRDE. A região concentra grandes clientes do banco, como cooperativas e empresas de vários setores da economia, além dos negócios gerados no segmento de comércio e serviços.
De 2011 a 2016, os investimentos do BRDE na mesorregião chegaram a R$ 1,13 bilhão, dos quais mais de R$ 400 milhões liberados a empreendedores da microrregião de Maringá. Só para projetos da indústria de transformação da região de Maringá foram contratados financiamentos no valor de R$ 146 milhões.

A Agência Paraná do BRDE celebrou em abril o repasse de R$ 121,5 milhões a produtores rurais, cooperativas, empresas e instituições dos setores de transporte, saúde, educação e comércio. Entre os beneficiados estão o Hospital do Rocio, o Colégio Marista Paranaense, a TGA Transportes Gralha Azul, a Livrarias Curitiba, a Prefeitura de São José dos Pinhais e o Supermercado Quintetto.
O BRDE financiou a obra final do novo ambulatório da Maternidade e Cirurgia Nossa Senhora do Rocio (Hospital do Rocio), em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, instituição que atende unicamente pelo SUS. O novo ambulatório tem 43 consultórios e sua capacidade de atendimento passará de 5 mil para 30 mil consultas por mês. O valor do projeto é de R$ 34,4 milhões, dos quais R$ 13,7 milhões financiados pelo Banco.
Educação – Com apoio do BRDE, a Rede Marista de Colégios (Grupo Marista) no Paraná irá ampliar uma de suas unidades em Curitiba, o tradicional Colégio Marista Paranaense, com a construção de um prédio que será utilizado pelo Núcleo de Atividades Complementares (NAC), destinado tanto para os seus alunos quanto para a comunidade. O valor da obra é de R$ 24,2 milhões, dos quais R$ 11 milhões serão financiados pelo BRDE.
O diretor financeiro do Grupo Marista, Maurício Zanforlin, afirmou que o BRDE oferece as melhores condições para as empresas. “O Banco entendeu a nossa necessidade, olhando não apenas o aspecto financeiro, mas também para as nossas características para identificar a linha de financiamento mais adequada”, explicou.
Transporte – A empresa TGA Transportadora Gralha Azul do Brasil atua desde 1990 nos territórios nacional e internacional com transporte, armazéns gerais e operações logísticas. Tem unidades no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. Fora do País, atua na Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Bolívia.
Para dar suporte ao crescimento da empresa previsto para os próximos anos, que inclui o aumento da sua atuação no Mercosul, a empresa obteve financiamento R$ 3,5 milhões no BRDE. A frota da empresa, considerando os veículos motores e sobressalentes, é composta por aproximadamente 300 veículos.
Comércio e serviços – Com a Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A, proprietária da Livrarias Curitiba, o contrato de financiamento é de R$ 28 milhões para construção de um novo centro de distribuição, de um centro administrativo da empresa e de novas lojas. O grupo começou suas atividades em 1963.
Hoje, a rede tem 27 lojas no Paraná, Santa Catarina e São Paulo e mais de mil colaboradores. Vende mais de 100 mil itens entre livros, papelaria e presentes, áudio e vídeo, informática e tecnologia. Está entre as dez maiores redes de livrarias do País.
A empresa IR da Silva vai construir uma nova loja do Supermercado Quintetto no Balneário Shangri-lá, em Pontal do Paraná, com apoio do BRDE, que liberou R$ 4 milhões para apoiar o empreendimento. A nova unidade terá uma área construída de 2.392,50 mil metros quadrados e nove check-outs.
Municípios – Reforçando parcerias com os municípios do Paraná, o BRDE apoiará diversas obras de mobilidade, paisagismo e sinalização em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a liberação de R$ 6,2 milhões em financiamento.
Os recursos serão investidos na execução de 87 mil metros quadrados de pavimentação de via rural e urbana, construção de calçadas em CBUQ e de rampas para uso de pessoas com deficiências, plantio de grama, sinalização vertical e horizontal, serviços complementares e fixação de placa em obras.
Saiba mais sobre as linhas de financiamento e os programas do BRDE. Visite a Agência Paraná – Avenida João Gualberto, 570, Alto da Glória Curitiba – ou entre em contato pelo telefone (41) 3219-8150 ou e-mail brdepr@brde.com.br.

Foi positiva a participação da Agência Paraná do BRDE na Feira Mercosuper 2017, que aconteceu nos dias 18, 19 e 20 de abril, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. O banco reforçou parcerias e atraiu novos clientes com a oferta de linhas de financiamento que atendem desde o pequeno mercado até as grandes redes supermercadistas.
Para o setor supermercadista, o Banco oferece linhas de crédito que financiam até 80% dos investimentos, com taxa de juros a partir de TJLP+6,6%a.a, conforme o tipo de projeto e o porte. É possível financiar obras civis, instalações, equipamentos, mobiliário, capital de giro associado e demais despesas pertinentes aos investimentos.
Entre 2012 e 2016, mercados de todos os portes e redes de supermercados em todo Paraná contrataram R$ 99,2 milhões em financiamentos no BRDE. Foram operações para expansão da atividade, ampliação da área de panificação, aquisição de equipamentos, construção de novas lojas e reformas de unidades em funcionamento.
Entre as operações mais recentes com o setor supermercadista, destacam-se os projetos de expansão de atividades do Boza Supermercados, de Fazenda Rio Grande, na Grande Curitiba, e do Quintetto Supermercado, de Matinhos, no Litoral do Estado.
Agropecuária – A Expofrísia, exposição agropecuária realizada anualmente pela Cooperativa Frísia, em Carambeí, onde se encontra uma das maiores bacias leiteiras do país, foi outra oportunidade de geração de negócios para o BRDE. A edição de 2017 aconteceu nos dias 27, 28 e 29 de abril, no Pavilhão de Exposições Frísia do Parque Histórico de Carambeí.
A Expofrísia consolidou-se como referência e sinônimo de genética de qualidade do gado leiteiro, com a região dos Campos Gerais e os produtores pecuaristas apresentando alto índice de produtividade com as raças holandesas.
A feira mostrou, além da genética bovina, produtos, serviços e processos que tornaram a região uma das mais tecnificadas e produtivas do país. A exposição recebeu visitantes de diversas regiões do Brasil e também de outros países, que buscaram na feira as novidades oferecidas ao setor, além da troca de conhecimentos.
Expoingá – De 4 a 14 de maio, o BRDE estará presente na Expoingá 2017, em Maringá, com a oferta de linhas de financiamento para investimentos em todos os setores da economia. São linhas com taxas e prazos de pagamento diferenciados para projetos da cadeia do agronegócio, de produtores rurais, empresas de todos os tamanhos e dos setores de comércio e serviços, inovação, sustentabilidade e energia.
O Banco terá estande próprio na feira, com equipe técnica preparada para atender parceiros e novos clientes. A Expoingá, organizada pela Sociedade Rural de Maringá, é uma das principais feiras agropecuárias do Paraná. Recebe todos os anos em torno de meio milhão de visitantes e empreendedores.
Sábado Show – Técnicos do BRDE também estarão atendendo clientes e parceiros na 11ª edição do Sábado Show, promovido pela MacPonta, que tem como objetivo oferecer ao setor equipamentos, peças e serviços a condições diferenciadas. Serão dois eventos no dia 13 de maio em Guarapuava, região Centro-Sul do Paraná, e no dia 20 de maio em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais.
Serão comercializados nos eventos equipamentos, peças e serviços a preços e condições de pagamentos diferenciados aos clientes, mostrando as facilidades de financiamento dos bancos parceiros. O movimento financeiro esperado para o evento gira em torno de R$ 40 milhões em vendas de máquinas e equipamentos. São esperadas 5 mil pessoas nos dois dias do evento.
O Sábado Show é uma grande oportunidade de prospecção de novos negócios, já que o BRDE trabalha com linhas de financiamento competitivas e prazos adequados às necessidades do público-alvo dos eventos – produtores rurais, pecuaristas e demais parceiros do agronegócio da região envolvida interessados em investir em máquinas e equipamentos.
Para conhecer as linhas de financiamento do BRDE para o comércio varejista entre em contato com a Equipe de Atendimento da Agência Paraná através do telefone (41) 3219-8150 ou pelo e-mail brdepr@brde.com.br.

O BRDE é um dos agentes financeiros repassadores de recursos do FGTS. Os recursos são destinados aos setores público e privado e tem como finalidade investimentos nas áreas de saneamento e mobilidade. O gestor de aplicação dos recursos é o Ministério das Cidades, responsável por expedir as normas e estabelecer os critérios para enquadramento nos programas.
Na área de saneamento, os recursos são repassados por meio do programa Saneamento Para Todos, do governo federal, que permite o financiamento de diversas modalidades como: abastecimento de água, saneamento, manejo de águas pluviais e manejo de resíduos sólidos incluindo a geração de energia a partir do resíduo, entre outros.
Pelo programa Saneamento para Todos, o BRDE participa, em parceria com a Caixa Econômica Federal, da maior obra de saneamento da história do Litoral do Paraná. São as obras de ampliação da rede de esgoto de Matinhos e Pontal do Paraná. O projeto prevê 25 mil ligações de esgoto nos dois municípios.
A primeira etapa do projeto já foi concluída, com a entrega de 6 mil ligações de esgoto. O BRDE participa do projeto com o repasse de R$ 58,8 milhões. É o primeiro contrato de financiamento do Banco para o setor privado com recursos do FGTS, por meio do programa Saneamento para Todos.
Para a área de mobilidade, o destaque é o Refrota, programa do governo federal que permite a modernização da frota de transporte público coletivo urbano com recursos do FGTS. A taxa é de TR +9,0%a.a.e, com prazos de até 20 anos. O programa visa renovar até 10% da frota de ônibus urbanos e metropolitanos do país.
Para saber mais sobre financiamento de projetos com recursos do FGTS procure a equipe de atendimento da Agência Paraná do BRDE pelo telefone (41) 3219-8150 ou e-mail brdepr@brde.com.br.

A Atlantic Energias Renováveis S/A assinou contrato de financiamento com o BRDE, no valor de R$ 230 milhões, para a implantação do Complexo Eólico de Santa Vitória do Palmar, no Extremo Sul do Rio Grande do Sul. O montante total do investimento é de R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 573,1 milhões de capital próprio da empresa e debêntures de energia, e outros R$ 449,4 milhões financiados pelo BNDES.
O ato de assinatura ocorreu no dia 24 de abril, no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Os doze parques eólicos que compõem o Complexo terão potência instalada de 207 MW, o que permite atender cerca de 400 mil residências, ou 1,2 milhão de habitantes. A Atlantic é a oitava empresa no ranking do setor eólico no Brasil e o Complexo de Santa Vitória do Palmar se tornará seu maior empreendimento do gênero no país.
O CEO da Atlantic, José Roberto de Moraes, informou que o Complexo possui tecnologia de ponta, produzida no próprio canteiro de obras. “Temos alguns desafios pela frente, como operar os 207 MW ainda este ano. Mas já colhemos bons resultados nos primeiros três meses de operação. O boletim de março do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) apontou o parque de Santa Vitória do Palmar como o mais eficiente do território nacional”, comemorou. Moraes também listou os projetos sociais que a Atlantic desenvolve com a comunidade, que vão desde educação ambiental até valorização da história e cultura local.
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, a assinatura do financiamento é a concretização de um protocolo de intenções firmado há um ano. “O contrato é resultado da política do governo Sartori de criar um ambiente receptivo ao investimento”, destacou.
O presidente do BRDE, Odacir Klein, ressaltou a parceria com o BNDES, representado no ato pela superintendente da área de Energia, Carla Primavera. “Juntos, estamos celebrando o empreendedorismo”, ressaltou Odacir.
Em seu pronunciamento, o governador José Ivo Sartori afirmou: “Estamos testemunhando um novo momento na geração de energia no Rio Grande do Sul e no Brasil. Este empreendimento da Atlantic, com o apoio do BRDE e do BNDES, é mais um exemplo de que é possível mudar a realidade de toda uma região. Os novos ventos que chegam à nossa Metade Sul, em conjunto com outros investimentos, representam a transformação econômica e social das comunidades”.
Desenvolvimento regional
Localizado em 10.424 hectares de áreas arrendadas na Metade Sul, o empreendimento de Santa Vitória do Palmar vai estimular o desenvolvimento da Região. Serão gerados 700 empregos diretos no pico da fase de construção dos parques e outros 30 na etapa de operação. O investimento também vai contribuir para a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa. O prefeito de Santa Vitória do Palmar, Wellington Bacelo, afirmou que o município “sofre uma forte transformação econômica, social e paisagística”.
Atualmente o Complexo possui 111 MW em operação comercial. Dos 12 parques previstos, cinco já estão concluídos, com 32 aerogeradores instalados. A previsão é que as obras sejam concluídas ao longo de 2017, e que o suprimento de energia comece a partir de janeiro de 2018.
Somando-se aos parques eólicos de Geribatu, Hermenegildo e Chuí, o empreendimento dará ao Rio Grande do Sul a posição de detentor do maior complexo eólico da América Latina.
A obra
As obras começaram em agosto de 2015 com a colocação dos aerogeradores Acciona, da Espanha, com altura de 120 metros e capacidade de geração de 3 MW cada um. No total, serão 69 aerogeradores de última geração, conectados a três subestações já em operação.
A Atlantic Energias Renováveis atua no desenvolvimento, implantação e operação de projetos de geração de energia elétrica proveniente de fontes renováveis. Sediada em Curitiba (PR), a empresa também opera no Piauí, no Rio Grande do Norte, na Bahia e em Santa Catarina.
Participaram do evento também os secretários de Minas e Energia, Artur Lemos Júnior; do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini; e de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori.
(Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo RS)

Buscando fortalecer os laços com os polos de tecnologia da região, a ACATE promove bimensalmente uma reunião da diretoria da ACATE com seus parceiros em tecnologia. Na última terça-feira, 18 de abril, o BRDE esteve presente na segunda reunião de 2017, em Lages, para apresentar aos convidados o BRDE INOVA. O programa visa ampliar a competitividade das empresas por meio de financiamentos de longo prazo para projetos inovadores. O Gerente de Planejamento do BRDE Felipe do Couto, que representou o Banco na reunião, considera muito importante a aproximação da entidade com os polos e programas direcionados a área de tecnologia e inovação. “A presença de entidades fortes e atuantes no ecossistema da inovação em Santa Catarina, dentre elas a ACATE, foram fundamentais para o sucesso do Programa BRDE INOVA no estado. Em outras regiões do Brasil, em que isso não existe ou ainda é incipiente, o financiamento ao setor de tecnologia e inovação não vem apresentando o mesmo desempenho”, afirmou.

O BRDE está presente na 36ª Feira e Convenção Paranaense de Supermercados – Mercosuper 2017, com linhas de financiamento que atendem desde o pequeno mercado até as grandes redes supermercadistas. A feira foi aberta na tarde desta terça-feira (18), no espaço de exposições Expotrade, em Pinhais. O BRDE tem estande próprio na feira para atendimento de parceiros e novos clientes.
Além das linhas de crédito convencionais disponíveis a empresas de todos os portes, o BRDE também apresentará na Mercosuper as condições de financiamento para projetos nas áreas de energias renováveis e eficiência energética, inovação e produção e consumo sustentável. O vice-presidente e diretor Administrativo do Banco, Orlando Pessuti, participou da abertura.
A Mercosuper, promovida pela Associação Paranaense de Supermercados (Apras), é a maior feira do setor na Região Sul e a segunda no país. Na feira, os principais fornecedores do setor mostrarão aos varejistas paranaenses, em primeira mão, novidades para o segmento, como produtos, serviços e soluções tecnológicas com valores e negociações exclusivas.
“O setor supermercadista tem importante participação nos ativos do BRDE”, afirmou Pessuti. “Nesse contexto, a Mercosuper permite a divulgação dos produtos do banco e a prospecção de novos negócios”. Também estavam presentes na abertura da feira o assessor de diretoria Erikson Chandoha e os técnicos Luiz Antônio Werlang e Paulo Marques Ferreira.
Entre 2012 e 2016, mercados de todos os portes e redes de supermercados em todo Paraná contrataram R$ 99,2 milhões em financiamentos no BRDE. Foram operações para expansão da atividade, ampliação da área de panificação, compra de equipamentos, construção de nova sede e reformas de unidades em funcionamento.
O presidente da Apras, Pedro Zoanir Zonta, disse que a Mercosuper dobrou de tamanho em relação a 2016. Com 190 expositores, a expectativa é que a feira recebe 45 mil visitantes e gera negócios no valor de R$ 540 milhões. O setor supermercadista paranaense faturou R$ 21,5 bilhões no ano passado.
Programação – A programação da Mercosuper 2017 inclui palestras, painéis e debates com os seguintes temas: tendências de mercado e hábitos de consumo; impacto da tecnologia na cadeia supermercadista; eficiência energética; criatividade e vendas; estratégia de branding em supermercado; logística reversa e padaria competitiva, entre outros.
A edição de 2016 da Mercosuper, apesar do cenário econômico, cresceu 50% em número de expositores e 71% no público-alvo – supermercados, panificadoras e atacados. O número de visitantes ficou próximo de 40 mil. O volume de negócios chegou a R$ 450 milhões, gerando mais de 4,5 mil empregos.
DSCN2669DSCN2674DSCN2675DSCN2682DSCN2671DSCN2686zonta17

O BRDE recebeu hoje (17/04) o consultor da BlueNumbers e membro do Núcleo de Consultorias da ACIB, Jefferson Santos Ribeiro para a palestra Senso do Pertencimento – A Importância de cada um para o Todo. Durante conversa, Jefferson destacou por meio de relatos de experiências profissionais, a importância em acolher os membros de uma equipe ou organização e fazer sentir-se parte do todo: “Nosso objetivo dentro de uma equipe não é ser a celebridade, celebridades são passageiras, precisamos buscar o sucesso do todo”.
A palestra abordou, tanto do ponto de vista dos liderados como dos líderes, os fatores que levam ao sucesso de uma equipe e as barreiras para formar um time de resultados.
Jefferson Ribeiro é graduado em Administração de Empresas tem MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria e MBA em Engenharia Econômica e Financeira pela UFF/RJ. Já com 27 anos de experiência na área empresarial, finalizou o bate-papo revelando seus dois propósitos diários: ensinar e aprender algo novo.
A palestra foi realizada no auditório da AGFLO e contou com a presença do Superintendente Nelson Ronnie dos Santos para a abertura do bate-papo. Cerca de 50 colaboradores do Banco, funcionários, aprendizes e estagiários assistiram à palestra.