BRDE

Prazo para apresentação de recurso vai até o dia 29 de março de 2019
Já está disponível no módulo de Suporte Automático, no Sistema ANCINE Digital – SAD, o resultado preliminar da Chamada Pública BRDE/FSA Suporte Automático – Desempenho  Comercial TV e VOD 2018.
Foram analisadas as obras em que a inscrição do Beneficiário Indireto foi concluída, assim como sua habilitação. No Sistema, poderá ser consultado o extrato de pontos, contabilizado após a análise da documentação apresentada para comprovação da licença comercial.
Recursos ao resultado podem ser interpostos no prazo de vinte (20) dias úteis a contar da divulgação do resultado no Sistema ANCINE Digital – SAD, ou seja, até 29/03/2019. Está disponível, na página da Chamada no endereço eletrônico do BRDE, o Manual para Interposição de Recursos, com as instruções necessárias para os procedimentos.
O Suporte Financeiro Automático – Desempenho Comercial TV e VOD 2018 é o sistema de financiamento público na qual as ações financiadas são selecionadas pelo Beneficiário Indireto, em face de seu desempenho e práticas comerciais anteriores no segmento de TV aberta, TV fechada e Vídeo por demanda, para destinação na produção, no desenvolvimento de projetos e na distribuição de obras audiovisuais brasileiras de produção independente.
Nesta Chamada, foram disponibilizados recursos financeiros no valor total de R$ 40.850.000,00, sendo R$ 21.150.000,00 para o módulo de programação (tendo como titulares da conta automática são programadoras de canais de televisão, no serviço de acesso condicionado ou no serviço de radiodifusão) e R$ 19.700.000,00 para o módulo de produção (tendo como titulares da conta automática são produtoras brasileiras independentes).
Consulte aqui a página da chamada.

O BRDE assinou nesta segunda-feira (25) em Campo Grande (MS) convênio com a cooperativa de crédito Uniprime Centro-Oeste do Brasil. O acordo visa aproximação do Banco com possíveis clientes da região. Assinaram o convênio o presidente do Banco, Orlando Pessuti, o diretor-superintendente da Uniprime, Gualberto Nogueira de Leles, e o diretor-administrativo da cooperativa, Marco Antônio Brandão Garcia.
O convênio prevê ações conjuntas entre as duas instituições, com o objetivo de facilitar o acesso de produtores ao crédito e de divulgar as linhas de financiamento do BRDE aos cooperados. A Uniprime Centro-Oeste – Cooperativa de Crédito foi fundada há 25 anos e faz parte do Sistema Uniprime, presente no Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.
O BRDE financia o desenvolvimento em Mato Grosso do Sul desde 2008, como agente financeiro do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Acompanharam a assinatura do convênio o gerente adjunto de Planejamento, Mateus Müller, e o prospector de negócios Paulo Marques Ferreira.
“O BRDE vem avançando ano a ano, buscando novas fontes de recursos, fechando parcerias internacionais e ampliando o apoio a projetos que promovem o desenvolvimento sustentável”, disse o presidente Orlando Pessuti. “Dentro dessa proposta de crescimento, a Uniprime torna-se um importante parceiro do Banco”, acrescentou.
FCO – Após a assinatura do convênio com a cooperativa Uniprime, o presidente Pessuti e os técnicos do BRDE foram recebidos pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. Na reunião, Pessuti apresentou números sobre a atuação do BRDE em Mato Grosso do Sul.
Foram também discutidas com o governador soluções para os atuais entraves envolvendo o FCO. Participou do encontro o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul, Jaime Elias Verruck, e os técnicos do BRDE Mateus Müller e Paulo Marques Ferreira.

BRDE e ANCINE tornam pública a ata de resultado final da etapa de habilitação das propostas da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Portugal-Brasil.
Acesse aqui a página desta Chamada.

O BRDE informa que, por uma falha técnica, o sistema permitiu que projetos da Modalidade A1 da Chamada Pública Coprodução Internacional Cinema 2019 fossem inscritos antes do horário previsto, resultando em benefício indevido para alguns proponentes.
Para manter a isonomia do processo seletivo, todas as inscrições serão canceladas e precisarão ser refeitas. As inscrições na Modalidade A1 foram fechadas e serão reabertas na quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019, a partir das 13 horas.
Com exceção da tela inicial de identificação do projeto e do desempenho artístico da produtora e diretor, todas as demais telas do sistema terão os dados apagados e precisarão ser preenchidas novamente, a partir da reabertura do sistema.
Acesse aqui a página desta Chamada.

O Projeto Finanças Climáticas se desenvolve no âmbito do acordo de cooperação técnica entre a Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) e o Foreign & Commonwealth Office (FCO) do Reino Unido, com recursos do Fundo de Prosperidade Britânico (Prosperity Fund). Entre as ações previstas está o workshop ministrado pela Sitawi – maior consultoria da América Latina especializada em finanças sustentáveis – que se realizou no BRDE, em Porto Alegre, nesta segunda e terça-feira (11 e 12), envolvendo superintendentes, gerentes, técnicos e assessores das agências do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
O BRDE e o BDMG foram as duas instituições financeiras selecionadas pela ABDE para integrar a etapa piloto do workshop Finanças Climáticas, após a realização de uma análise preliminar do posicionamento dos bancos brasileiros de desenvolvimento em relação às questões climáticas. A ideia é relatar os resultados dessa experiência aos demais bancos associados à ABDE em encontro a ser realizado em março, buscando ampliar o engajamento das instituições e qualificar as iniciativas de ação climática, segundo informou a gerente técnico-operacional da ABDE, Cristiane Viturino, acompanhada pela gerente do programa Energia e Finanças Verdes do Consulado-Geral Britânico no Rio de Janeiro, Erika Gouveia.
“O objetivo do workshop é auxiliar o BRDE no desenvolvimento de uma estratégia climática, aproveitando as oportunidades que podem advir de sua ‘carteira sustentável’, mediante a criação de indicadores apropriados e o desenvolvimento de metodologias para mensurar os benefícios dos projetos”, explica Pedro Preussler, do Departamento de Novos Negócios (DEPEN) da Superintendência de Planejamento e Sustentabilidade (SUPLA) do BRDE, que coordena internamente a ação. A participação nesse projeto situa-se no contexto de uma estratégia mais ampla que vem sendo empreendida pelo BRDE de apoio a empreendimentos sustentáveis e de diversificação de fontes de financiamento, com atuação em diversas frentes.
Programação
Na segunda-feira (11), na presença do diretor de Planejamento e Financeiro do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, o diretor Gustavo Pimentel e a consultora Débora Masullo, ambos da Sitawi, apresentaram questões relacionadas à estratégia de finanças climáticas nas instituições financeiras, os objetivos gerais do projeto, aspectos de governança e sistemas, além da exposição inicial sobre a ferramenta de categorização de projetos.
Na terça-feira (12), o encontro teve continuidade com dinâmicas que possibilitaram a interação das equipes com os consultores e a testagem da metodologia para identificação de “projetos verdes”, desde a etapa de recebimento das solicitações de financiamento.

O Show Rural Coopavel 2019 bateu recorde de público, com 288.802 visitantes nos cinco dias da feira. A expectativa da Coopavel, organizadora da feira, era de 250 mil pessoas. A movimentação financeira chegou a R$ 2,2 bilhões.
Os números foram apresentados no final da tarde desta sexta-feira (8) pelo presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, que anunciou também a data da 32ª edição do Show Rural: 3 a 7 de fevereiro de 2020.
“Estamos muito felizes e somos gratos a todos que contribuíram para tornar esse evento possível”, afirmou Dilvo Grolli, ao lado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do vice-presidente da Coopavel, Jeomar Trivilin, e do coordenador geral do Show Rural, Rogério Rizzardi. A feira deste ano teve 520 expositores e trouxe como novidade o Show Rural Digital. O BRDE liberou R$ 112 milhões em financiamentos durante o evento.
Grolli avaliou que o Show Rural Digital foi a grande sensação da 31ª edição da feira e que o desafio para 2020 será promover um evento ainda maior e melhor. “O Show Rural Digital tem características únicas no mundo e representa uma revolução fantástica, que insere a produção e o agronegócio em um novo patamar”, afirmou. O BRDE participou do evento digitalcom estande próprio para um atendimento diferenciado ao setor de inovação.
Foi intenso o movimento no estande do BRDE no Show Rural, um dos maiores eventos do agronegócio no país, que terminou nesta sexta-feira (8), em Cascavel. A maior procura por parte de empresários e produtores rurais foi por financiamento para projetos ligados à energia solar fotovoltaica, com recursos do Fundo Clima. Cascavel tornou-se sede do governo do Paraná durante o Show Rural.

BRDE e ANCINE tornam pública a ata de resultado preliminar da etapa de habilitação das propostas da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Portugal-Brasil. Está aberto o prazo recursal para as propostas inabilitadas na Chamada. Os recursos deverão ser interpostos pelo Sistema FSA.

Acesse aqui a página desta Chamada.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) liberou R$ 112,6 milhões em financiamentos a empresas inovadoras, cooperativas, prestadores de serviços e produtores rurais das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná nesta quarta-feira (6), durante o Show Rural Coopavel 2019, em Cascavel.
“Solenizamos hoje, reunindo grandes parceiros, o volume de R$ 2,36 bilhões contratados pelo BRDE em 2018, nos três estados do Sul”, disse o diretor-presidente do Banco, Orlando Pessuti. O presidente adiantou que a previsão para 2019 é investir em torno de R$ 2,5 bilhões na Região Sul, dos quais R$ 1 bilhão no Paraná.
A liberação dos financiamentos aconteceu no estande do BRDE no Show Rural, com a assinatura dos contratos e a entrega de cheques simbólicos no valor dos investimentos. O diretor de Operações do BRDE, Guilherme Guerra, também participou do evento, ao lado de gerentes e técnicos do Banco.
“O BRDE faz um papel que temos de aplaudir, que é o de incentivar o desenvolvimento de empresas e o crescimento dos produtores rurais. Sem esse apoio, o sistema cooperativo não teria dinheiro para investir e crescer”, afirmou o diretor-presidente da Cooperativa Frimesa, Valter Vanzella.
A Cooperativa Frimesa investirá os recursos contratados no BRDE, no valor de R$ 1 milhão, na modernização das atividades da unidade de suínos da cooperativa no município de Medianeira, incluindo a aquisição de equipamentos.
“BRDE e Sicoob são duas entidades fortes, que estão de mãos dadas fazendo a diferença no cooperativismo de crédito, sempre inovando, para benefício dos cooperados, do pequeno produtor”, disse o Guido Bresolin Junior, do Conselho Administrativo da Cooperativa Sicoob Credicapital Cascavel.
Com o Sicoob Credicapital foi assinado um convênio de R$ 10 milhões, para investimentos em projetos de energias renováveis, com recursos do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (Fundo Clima), do governo federal, e demais linhas de financiamento disponibilizadas pelo BRDE.
A empresa Innova Ltda – Fábrica de Fertilizantes Líquidos, de Foz do Iguaçu, contratou R$ 7 milhões no BRDE para dar início a um novo projeto – a produção de fertilizantes biológicos. “O BRDE está nos apoiando nessa ideia, que representa um mercado promissor” disse o diretor da empresa Marco Casagrande.
Investimentos – Dos financiamentos liberados, R$ 4 milhões são destinados a produtores associados às cooperativas Credi Coopavel, Cresol, C Vale, Copacol e Sicredi, com recursos de linhas voltadas à inovação, para as áreas de avicultura, suinocultura e piscicultura, e do programa Pronaf-Trator Solidário.
Investimentos de empresas representam R$ 39,2 milhões dos contratos assinados. São financiamentos para empresas dos setores hoteleiro, de tecnologia, inovação, comércio e prestação de serviços.
Para as cooperativas de produção Coasul, Copacol, Tradição, Coprossel e Frimesa foram liberados R$ 59,7 milhões, destinados à ampliação e à construção de unidades de recepção, beneficiamento e armazenagem de grãos; modernização de atividades e melhorias em unidades industriais.
Inovação – O BRDE trouxe ao Show Rural linhas de financiamento voltadas ao agronegócio, à inovação e a projetos de desenvolvimento sustentável. Além do estande tradicional, o Banco participa da feira com um segundo espaço no Show Rural Digital, para um atendimento diferenciado ao setor da inovação.
O presidente do BRDE, Orlando Pessuti, destacou a importância do Show Rural para o agronegócio paranaense, lembrando que a chamada agroeconomia representa entre de 65% e 70% das operações do Banco na Região Sul. Atualmente, o BRDE tem R$ 14 bilhões aplicados nos três estados, dos quais perto de R$ 6 bilhões no Paraná.

BRDE e ANCINE tornam pública a retificação Nº 01 do Edital em razão de alterações no Edital. Entre as alterações constantes da retificação está a possibilidade de preenchimento do desempenho artístico previamente à abertura das inscrições. As proponentes poderão realizar o cadastro das informações de desempenho a partir das 13h do dia 11/02/2019. Os demais itens de preenchimento poderão ser realizados na abertura das inscrições, conforme cronograma estabelecido no item 5.2 do Edital.

Acesse aqui a página desta Chamada.

BRDE e ANCINE tornam pública a retificação nº 01 da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Chile-Brasil em razão de alterações no Edital.

Consulte aqui a página desta Chamada.