BRDE

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE publica, nesta sexta-feira (29/3), o seu Balanço Patrimonial e Demonstrações de Resultados de 2018, informando que as contratações de financiamentos somaram R$ 2,36 bilhões, em 4.320 novas operações. Foi um crescimento de 7,4% nominais em relação ao ano anterior e 70% dessas contratações destinaram crédito de longo prazo a micro e pequenas empresas, bem como para pequenos produtores rurais.
Combinados com recursos dos próprios empreendedores, os financiamentos do Banco viabilizaram R$ 2,7 bilhões em investimentos na Região Sul no ano passado e permitiram a geração ou manutenção de mais de 49 mil empregos. Outro impacto positivo da atuação do BRDE foi o incremento de R$ 258,7 milhões ao ano de ICMS advindo dos negócios financiados.
RESULTADO
Em 2018, o Banco registrou um lucro líquido de R$ 178,5 milhões, um aumento de 51,3% sobre os R$ 118 milhões apurados em 2017. O diretor-presidente Neuto Fausto De Conto explica que o resultado reflete um aumento na procura por crédito, revertendo a tendência negativa que se apresentava desde 2015, reflexo da crise econômica. “Os empreendedores retomaram seus planos de investimentos, na expectativa de um cenário mais favorável para a economia após a eleição. Aliado a isso, o BRDE tem mantido sua política de atuar no contraciclo do mercado, oferecendo crédito quando outros agentes desse mercado se retraem”.
O patrimônio líquido do BRDE evoluiu, no período, de R$ 2,5 bilhões para R$ 2,67 bilhões, um incremento de 6,6%. Já o saldo das operações de crédito do BRDE chegou a R$ 13,5 bilhões. O ativo total alcançou R$ 17,25 bilhões. Ao fim de 2018, o BRDE contava com 35.331 clientes ativos, cujos empreendimentos financiados estavam localizados em 92% dos municípios da Região Sul.
Atento à política de manutenção do emprego e geração de renda, o BRDE preocupou-se também com a reestruturação de dívidas de clientes. O Banco renegociou R$ 368,1 milhões em 2018, num total de 236 operações.
DESTAQUES OPERACIONAIS
A participação do segmento de Infraestrutura na carteira de crédito do BRDE atingiu 24,4% das contratações de 2018, somando R$ 575,8 milhões no ano passado. Já os financiamentos do BRDE para a Agropecuária atingiram R$ 480,3 milhões (20,3%); Indústria, com R$ 565 milhões (23,9%); Comércio e serviços, com R$ 740,7 milhões (31,3%).
O diretor-presidente destaca ainda os esforços do BRDE para diversificar suas fontes de recursos e assim ampliar a oferta de crédito a seus clientes. Em 2018, 73% dos recursos repassados pelo BRDE foram provenientes do sistema BNDES. Em 2015, esse percentual chegava a 93%. “No ano passado, o Banco ampliou significativamente as contratações com recursos do FGTS, que passaram de pouco mais de R$ 12 milhões em 2017 para R$ 235 milhões em 2018, aumento de 1.858%”, informa. A maior parte dos recursos do FGTS veio de operações contratadas no âmbito do programa Avançar Cidades, do Governo Federal, dentro do Programa BRDE Municípios.
O programa BRDE PCS ganhou, no ano passado, o reforço de recursos de fontes externas captados com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e com o Banco Europeu de Investimento (BEI). Foram captados 80 milhões de euros com o BEI e mais 50 milhões de Euros com a AFD, e que estão sendo usados para financiar a geração de energias limpas e outros projetos que tenham como foco a sustentabilidade.
Destaca-se ainda o repasse de recursos do Fungetur, que somaram R$ 35 milhões nos últimos meses de 2018. O BRDE também segue como principal repassador no país de recursos da linha Finep Inovacred. As contratações mais do que dobraram de 2017 para 2018, atingindo R$ 132,4 milhões. Desde a criação da linha, o BRDE já repassou mais de R$ 257 milhões em recursos da Finep e em 2018, 6% das contratações do BRDE se deram com recursos dessa linha.
Outro importante parceiro do BRDE é a ANCINE, no repasse de recursos do Fundo Setorial Audiovisual. O fundo operado pela agência paranaense do BRDE repassou ano passado R$ 551 milhões para projetos de todo o Brasil.
  
SANTA CATARINA
Em Santa Catarina, foram contratadas 2.480 operações de crédito em 2018, somando R$ 797,55 milhões. Entre essas operações destaca-se o elevado número de operações viabilizadas por meio das cooperativas conveniadas, 2.291, ou 92,3% do total de contratos firmados. As operações via convênios somaram R$ 118,8 milhões, confirmando a vocação da agência do BRDE em SC para a concessão de crédito aos pequenos produtores rurais e empresas de micro e pequeno porte.
O incremento da carteira no segmento de infraestrutura foi destaque no estado, com a concessão de crédito para municípios investirem em programas de mobilidade urbana e saneamento. O programa BRDE Municípios financiou R$ 182 milhões no Estado. Santa Catarina também se destaca na contratação de financiamentos à geração de energias renováveis, por meio do programa BRDE Produção & Consumo Sustentáveis, com financiamentos de R$ 110,84 milhões.
PARANÁ
Os diretores paranaenses do BRDE, Orlando Pessuti e Guilherme Guerra, destacam que o volume de financiamentos contratados em 2018 pela Agência do BRDE no Paraná superou a meta estabelecida pela equipe do Banco. Foram disponibilizados R$ 790,69 milhões para os empreendedores do Estado, sendo R$ 233 milhões para produtores rurais e R$ 159 milhões para micro, pequenas e médias empresas. Aproximadamente 80% dos financiamentos concedidos no Paraná foram para projetos localizados fora da Região metropolitana de Curitiba, mostrando a estratégia do Banco de estar presente em todas as Regiões do Estado.
Entre as parcerias, especial destaque para o sistema cooperativista, inclusive do crédito, que permitiu que mais de 75% dos números de contratos da Agência do Paraná fosse direcionado para pequenos e médios produtores. Uma das linhas que foi muito procurada pelos clientes do BRDE foi o FUNDO CLIMA, na qual o Banco foi o maior repassador deste recurso, contratando no Paraná 76 projetos para financiamento de energia solar.
RIO GRANDE DO SUL
No Rio Grande do Sul, as contratações de crédito do BRDE totalizaram R$ 773,59 milhões no período. Desse montante, investimentos em projetos de Agricultura Familiar somaram R$ 204,2 milhões, enquanto as operações com Cooperativas alcançaram a cifra de R$ 203,7 milhões. O financiamento de projetos sustentáveis, que se enquadram nas diretrizes do Programa BRDE PCS – Produção e Consumo Sustentáveis representou R$ 92,8 milhões. Já as contratações destinadas a empreendimentos realizados por prefeituras, via Programa BRDE Municípios, chegaram a R$ 66,8 milhões, atendendo, em grande parte, demandas de infraestrutura urbana e rural.
“Além da consolidação do Programa BRDE Municípios, tivemos a confirmação, pelo segundo ano consecutivo, de que a linha BRDE PCS é a mais demandada por nossos clientes”, informa o vice-presidente Luiz Corrêa Noronha, diretor de Planejamento e Financeiro. Ele destaca também o reconhecimento internacional do trabalho realizado pelo BRDE junto aos 28 Conselhos de Desenvolvimento Regional do Rio Grande do Sul (Coredes). Em parceria com três secretarias de Estado, o BRDE atua para viabilizar financeiramente cerca de 2.000 projetos que integram os Planos de Desenvolvimento Regional elaborados pelos Coredes, com ampla participação de cada comunidade envolvida.
Acesse o Balanço do BRDE completo neste link.
Saiba mais sobre as linhas de financiamento do BRDE. Consulte a página do Banco na internet: www.brde.com.br ou procure a Agência Paraná, em Curitiba, na avenida João Gualberto, 570 – Alto da Glória – (41) 3219-8150. Se preferir, envie e-mail pelo endereço: brdepr@brde.com.br.

BRDE, ANCINE e EBC tornam público a ata de resultado preliminar dos projetos classificados para a etapa de decisão de investimento da Chamada Pública BRDE/FSA TV’S Públicas 2018. Conforme estabelecido no item 6.5.4 cabe recurso à decisão no prazo de 10 dias corridos. Os recursos deverão ser interpostos, exclusivamente, através do Sistema FSA até às 18h do dia final.

Acesse aqui a página desta Chamada.

Duas pinturas do acervo de obras de arte do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE integrarão a exposição “Em foco: Íria Corrêa”, que será inaugurada nesta quarta-feira, 27 de março, no Museu Paranaense, em Curitiba. A mostra é uma individual de Íria Cândida Corrêa (1839 – 1887), artista que nasceu em Paranaguá, considerada a primeira mulher a se dedicar profissionalmente à pintura no Paraná.
Para o superintendente da Agência Paraná do BRDE, Paulo César Starke Júnior, o empréstimo de obras do acervo contribui para importantes exposições dos museus e oportuniza o acesso de novos públicos às obras. “Estes históricos retratos estão permanentemente expostos no Espaço Cultural do BRDE. A oportunidade de emprestá-los para esta exposição também é uma forma de divulgarmos o Palacete dos Leões e o investimento promovido pelo BRDE na divulgação da cultura paranaense”, acrescenta.
As pinturas enviadas ao Museu Paranaense são retratos a óleo do Dr. Antônio Cândido de Abreu e de Maria Cândida Guimarães, pais do engenheiro Cândido de Abreu e da primeira moradora do Palacete dos Leões, Maria Clara Abreu de Leão. “Poucas obras de Íria chegaram até os dias atuais, o que atribui maior relevância e destaque às que ainda existem em coleções públicas e particulares”, explica Rafaela Tasca, coordenadora do Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões.
Por sua relevância, a artista vem sendo estudada por novos pesquisadores e integrando importantes mostras nacionais, entre elas “Histórias das Mulheres”, exposição dedicada ao trabalho de artistas dos séculos 16 ao 19, que acontecerá de 23 de agosto a 17 de novembro de 2019, no Museu de Arte de São Paulo (MASP).
Serviço
Abertura da exposição “Em foco: Iria Corrêa”
Data: quarta-feira, 27 de março, às 19h
Período expositivo: até 15 de julho de 2019
Local: Museu Paranaense – Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba
Visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 17h30.
Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h
(41) 3304-3300 |entrada gratuita | www.museuparanaense.pr.gov.br

BRDE e ANCINE tornam pública a ata de resultado final da etapa de habilitação das propostas da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Chile-Brasil.

Acesse aqui a página desta Chamada.

BRDE e ANCINE tornam pública a ata de resultado preliminar da etapa de habilitação das propostas da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Chile-Brasil. Está aberto o prazo recursal para as propostas inabilitadas na Chamada. Os recursos deverão ser interpostos pelo Sistema FSA.

Acesse aqui a página desta Chamada.

As obras do artista Leandro Serpa já podem ser visitadas no Espaço Cultural BRDE. A mostra ‘A Presença da Matéria’ inaugurou na noite de quinta-feira (12) e representa a imersão do artista pela técnica da monotipia.
O processo de imprimir a imagem uma única vez difere a monotipia de outras técnicas de gravura, como a xilogravura por exemplo. Leandro mistura diversos materiais e linguagens em suas obras, utiliza poesias escritas à mão e objetos pessoais “manchados” com o tempo.
Entre os pigmentos, o artista faz experiências para cada composição. Há marcas de vinagre, de tinta, de frutas e de xilogravuras antigas. Cada peça possui texturas e relevos únicos, causando reações e interações diferentes com o público.
As 22 obras da série ‘A Presença da Matéria’ conectam o expectador a busca do artista por novas narrativas e materiais, alternativos aos clássicos do mundo da arte. A exposição fica aberta à visitação até o dia 29 de março das 9h às 19h de segunda a sexta e é gratuita.

No primeiro dia da 20ª edição da Expodireto Cotrijal (11/03), em Não-Me-Toque, na presença do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e do vice-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, o banco celebrou dois contratos de financiamento que totalizam R$ 73,3 milhões. Desse montante, R$ 44,3 milhões serão investidos pela Cotripal Agropecuária Cooperativa em uma Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) localizada no município de Condor. Os outros R$ 29 milhões destinam-se à implantação da Central Geradora Hidrelétrica Igrejinha, pertencente às cooperativas Coprel e Ceriluz, na divisa dos municípios de Boa Vista do Cadeado e Joia.
O estande do BRDE ficou lotado com a chegada da comitiva do governador, acompanhado pelo presidente da Cotrijal, Nei Mânica; a secretária extraordinária de Relações Federativas e Internacionais, Ana Amélia Lemos; o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian; o Secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Junior; o prefeito de Boa Vista do Cadeado, Fábio Mayer Barasuol, clientes, equipe técnica do BRDE, assessores e profissionais de comunicação.
Cotripal: sementes com valor agregado
Fundada em 1957 no município de Panambi, a Cotripal conta com mais de 4.000 produtores associados. Desde 1980 é cliente do BRDE, já tendo financiado diversos empreendimentos por meio do banco. Sua nova UBS, 100% financiada pelo BRDE, terá capacidade para produzir 300.000 sacas de sementes de soja e de trigo ao ano. Dessa forma, os associados terão acesso a sementes com valor agregado, elevado grau de tecnologia e ganhos em produtividade. A unidade funcionará também como centro de pesquisa para desenvolvimento e aperfeiçoamento de duas das principais culturas produzidas no Rio Grande do Sul. O contrato foi firmado pelo presidente da Cotripal, Germano Dowich.
CGH Igrejinha, fonte de energia renovável
Com a Coprel e a Ceriluz, o BRDE celebrou contrato de financiamento no valor de R$ 29 milhões de um investimento total de R$ 35 milhões para implantação da CGH Igrejinha, com potência instalada de 4,85 MW, no rio Ijuizinho, afluente do rio Ijuí. A central geradora fornecerá energia elétrica de fonte renovável, com baixo impacto ambiental. O empreendimento resulta da união de duas importantes cooperativas de geração de energia no Estado: a Coprel – Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento, com sede em Ibirubá, e a Ceriluz Geração – Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento Social, localizada no município de Santo Augusto. Os presidentes das cooperativas, Jânio Vital Stefanello e Iloir de Pauli, fizeram a assinatura do contrato.
Na foto que ilustra esta matéria (do fotógrafo Itamar Aguiar/SECOM-RS), o governador Eduardo Leite (ao centro), está acompanhado pelo vice-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha; o presidente da Cotrijal, Nei Mânica; o superintendente da agência do BRDE no Rio Grande do Sul, Maurício Mocelin; clientes, equipe técnica responsável pelo atendimento na feira, assessores e profissionais da imprensa.

Divulgamos, abaixo, inteiro teor da Declaração de Propósito publicada nos jornais Zero Hora e Diário Catarinense, nos dias 6 e 7 de março de 2019.
DECLARAÇÃO DE PROPÓSITO
MARCELO HAENDCHEN DUTRA
CPF: 021.070.059-90
DECLARA, nos termos do art. 6º do Regulamento Anexo II à Resolução nº 4.122, de 2 de agosto de 2012, sua intenção de exercer o cargo de Diretor Representante do Estado de Santa Catarina no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE.
ESCLARECE que eventuais objeções à presente declaração devem ser comunicadas diretamente ao Banco Central do Brasil, no endereço abaixo, no prazo de quinze dias contados da divulgação, por aquela Autarquia, de comunicado público acerca desta, por meio formal em que os autores estejam devidamente identificados, acompanhado da documentação comprobatória, observado que os declarantes podem, na forma da legislação em vigor, ter direito a vistas do processo respectivo.
BANCO CENTRAL DO BRASIL
Departamento de Organização do Sistema Financeiro – DEORF
Rua Sete de Setembro, nº 586 – sala 1.201
90010-190 – Porto Alegre (RS)
                                 José Reynaldo de Almeida Furlani
Chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro.

No período de Carnaval, a Ouvidoria do BRDE, excepcionalmente, não atenderá pelo telefone (0800-600-1020). As possíveis demandas à Ouvidoria deverão ser encaminhadas através de formulário eletrônico disponível no site do Banco (www.brde.com.br/ouvidoria/) nestes dias em que não haverá expediente externo, conforme art. 5º da Resolução do Banco Central nº 2.932 e recomendação da FEBRABAN, que disciplinam o horário de expediente externo dos bancos em todo o País, inclusive do BRDE, como segue:
 

Data Evento Expediente
04/03/2019 – Segunda-feira Carnaval Não haverá expediente externo
05/03/2019 – Terça-feira Carnaval Não haverá expediente externo
06/03/2019 – Quarta-feira Quarta-feira de Cinzas Expediente externo a partir das 12H30

BRDE e ANCINE tornam pública a ata de seleção final das propostas da Chamada Pública BRDE/FSA Concurso Produção para Cinema 2018 – Coprodução Uruguai-Brasil.
Acesse aqui a página desta Chamada.