BRDE

Foi bastante concorrida e animada a abertura da IV Bienal de Artes Estudantil, nesta quinta-feira (13) à noite, no Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões. A mostra reúne pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e esculturas feitas por estudantes do ensino médio de colégios de Curitiba e Região Metropolitana.
A bienal é uma promoção do Colégio Estadual do Paraná, por meio da Escolinha de Arte, coordenada pelas professoras Cristine Amorim, Daniele Franco e Maura Probst. A mostra tem como objetivo promover e divulgar a vivência e a produção de arte dos estudantes da rede pública ou particular de ensino. Todos os trabalhos expostos são inéditos.
Neste ano, foram selecionados mais de 60 trabalhos de diversas técnicas. A seleção das obras foi feita por uma comissão composta por pessoas de notório saber na área de artes visuais, incluindo profissionais, artistas e técnicos renomados.
Durante a abertura da exposição foi feita a premiação aos melhores trabalhos. Participaram da abertura os artistas da Escolinha de Arte, familiares e amigos e professores. Houve apresentação de música e dança. A partir desta sexta-feira (14), o público pode conferir gratuitamente as obras da exposição no Palacete dos Leões, das 12h30 às 18h30.
Serviço
IV Bienal de Artes Estudantil
Quando: de 14 a 28 de outubro
Onde: Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões (Avenida João Gualberto, 530, Alto da Glória)
Horário de visitação: das 12h30 às 18h30
Entrada gratuita
DSCN1304
DSCN1306
DSCN1309

O Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões recebe na próxima quinta-feira (13) a abertura da IV Bienal de Artes Estudantil. A mostra reúne pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e esculturas feitas por estudantes do ensino médio de colégios de Curitiba e Região Metropolitana.
Promovida pelo Colégio Estadual do Paraná, por meio da Escolinha de Arte, coordenada pelas professoras Cristine Amorim, Daniele Franco e Maura Probst, a mostra tem como objetivo promover e divulgar a vivência e a produção de arte dos estudantes da rede pública ou particular de ensino. Todos os trabalhos expostos são inéditos, nunca premiados em outros salões de arte.
Neste ano, foram selecionados mais de 60 trabalhos de diversas técnicas. A seleção das obras foi feita por uma comissão composta por pessoas de notório saber na área de artes visuais, incluindo profissionais, artistas e técnicos renomados.
Um dos requisitos para a inscrição era a originalidade, não sendo aceitas cópias ou releituras de outros trabalhos artísticos. Isso permitiu que os alunos mostrassem toda a sua criatividade, originalidade e talento artístico usando técnicas variadas como aquarela, colagem, nanquim, cerâmica e modelagem em argila, entre outas.
Além de definir as obras que serão expostas, a comissão também foi responsável por escolher os trabalhos que serão premiados. Todos os artistas selecionados para a Bienal recebem certificado de participação e os três primeiros colocados de cada categoria recebem troféus.
A abertura da mostra e entrega de premiações acontece na quinta-feira (13), às 19 horas. A partir da sexta-feira (14), o público pode conferir gratuitamente as obras da exposição no Palacete dos Leões, das 12h30 às 18h30.
Serviço
IV Bienal de Artes Estudantil
Quando: de 14 a 28 de outubro
Onde: Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões (Avenida João Gualberto, 530, Alto da Glória)
Horário de visitação: das 12h30 às 18h30
Entrada gratuita

O escritor e jornalista paranaense Aroldo Murá escolheu o Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões como palco para o lançamento do oitavo volume da série Vozes do Paraná. Cerca de 400 pessoas participaram do evento.
Durante a noite, o autor foi homenageado pela Academia de Letras José de Alencar (ALJA) com um voto de louvor, em cerimônia que teve como oradores o jornalista Marcio Renato dos Santos e o ex-desembargador e escritor Joatan Carvalho. Após a homenagem, o autor e os biografados se colocaram à disposição dos presentes para autógrafos e fotos.
O livro Vozes do Paraná Volume 8, com 350 páginas, traz o perfil biográfico de 21 personagens que o autor Aroldo Murá considera terem contribuído expressivamente para a vida do Paraná.
Contabilizando os oito volumes de Vozes do Paraná, Aroldo Murá já escreveu o retrato de 197 personalidades paranaenses. O primeiro volume foi lançado em 2008.

29 de setembro
Sarau “Gli amori difficili”
Para quem aprecia a língua e a cultura italiana, o sarau de leitura “Gli amori difficili” (Os amores difíceis) é um prato cheio. Textos de grandes autores italianos como Giovanni Boccaccio, Natalia Ginzburg, Edoardo Sanguinetti e Ítalo Calvino serão lidos pela professora italiana Manuela Lunati. A professora também é responsável pela seleção dos textos, sempre relacionados à temática de amores difíceis, em alusão ao livro de Ítalo Calvino, Os amores difíceis.
O sarau tem caráter beneficente e os participantes poderão realizar doações de qualquer valor que serão destinados à Cruz Vermelha Italiana para atendimento às vítimas do terremoto que atingiu a região central da Itália em agosto deste ano.
O sarau acontece às 19 horas e é aberto a todos os interessados.
6 de outubro
Lançamento do livro “Vozes do Paraná 8”, de Aroldo Murá
O jornalista e professor Aroldo Murá apresenta ao público o oitavo volume da série Vozes do Paraná, com o perfil biográfico de 21 personalidades da vida do Paraná. Jornalista por formação, o Professor Aroldo, como é carinhosamente conhecido, foi diretor de redação do jornal Indústria & Comércio e levou o veículo a ser considerado por muitos o maior jornal econômico do Sul do país.
Após se afastar das redações, passou a se dedicar à série de livros Vozes do Paraná, que têm como principal objetivo registrar o perfil de paranaenses que se destacaram nos mais variados campos de atuação.
O lançamento e noite de autógrafos começa às 18h30. Toda a renda da venda dos livros durante o evento será revertida para obras sociais do Instituto Ciência e Fé de Curitiba.
Até 7 de outubro
Mostra Paralelo Pendular
Continua aberta a exposição da artista plástica Luciana Silveira no Palacete dos Leões. A artista revela em suas obras um universo íntimo e abstrato, onde fragmentos de memórias são intermediados pela cor e suas possibilidades no espaço.
No movimento entre imagens e suas frações, são criados jogos de enquadramentos que nos mostram modos de nos relacionarmos com a totalidade e com os fragmentos de cada trabalho. Pequenas partes que são destacadas, gerando novas possibilidades de imagens em novos contextos.
A mostra é gratuita e pode ser visitada de segunda a sexta, das 12h30 às 18h30 horas, no Palacete dos Leões.

O Espaço Cultural BRDE em Curitiba, que funciona no Palacete dos Leões, informa que o prazo de envio de propostas para exposições de artes visuais no período 2016-17 foi prorrogado. O prazo, que terminaria no próximo dia 30, foi estendido até 30 de junho de 2016.
Para mais informações, acesse a página do Espaço ou ligue para (41) 3219-8184.