NOTÍCIAS BRDE

Mostra coletiva traz natureza e nostalgia para o Espaço Cultural BRDE

Por: Imprensa - SC

Elenice Berbigier, Elaine Veiga e Zulma Borges reuniram mais de 40 obras para a exposição “Natureza e Contemplação” que abriu na última segunda-feira (1) e atraiu cerca de 60 visitantes ao Espaço Cultural BRDE – Governador Celso Ramos.

Lembranças, experiências e sentimentos de nostalgia integram as esculturas em cerâmica de Elaine Veiga, formada em Artes Plásticas, Pintura e Gravura pela UFSC. Para a produção das esculturas inspirou-se nas estátuas de anjos que foram sua companhia no cemitério onde visitava o falecido pai, aos 5 anos de idade. “A ausência de meu pai era compensada pela presença dos anjos, era um consolo, apaziguava o coração e eu me tranquilizava” conta.

Retomando a temática da natureza, Zulma Borges, formada em Letras pela UFRGS, Artes Plásticas pela UDESC e Filosofia pela UFSC, retrata paisagens fascinantes por meio de pequenas, grandes e mini aquarelas em livretos. Transferiu para as telas o anoitecer na praia da Armação, a Costa da Lagoa entre outros ambientes da Ilha de Florianópolis e outros estados. “Gosto de pintar paisagens e sinto-me feliz quando em contato com a natureza. Paisagem para mim tem o sentido de vivência, de contato com o mundo. A natureza é um dos aspectos dessa paisagem no sentido de percurso de vida, do relacionamento afetivo com o ambiente em que vivemos e no qual estamos inseridos, numa atitude de contemplação que envolve cuidado, preservação, respeito.”

Elenice Berbigier traz em suas gravuras as folhagens do outono, além de nanquins e aquarelas de pedras, paisagens da ilha e pontos turísticos. Consegue transmitir em seus trabalhos um aspecto orvalhado e atmosfera de magia. A artista formada em Desenho e plástica pela Universidade de Passo Fundo/RS e especialista em Ensino de Artes Visuais pela UDESC, se mostrou bastante satisfeita em expor no BRDE “O Espaço Cultural BRDE é muito agradável e lindo, um cenário perfeito para mostrar arte.”

A exposição fica aberta ao público até o dia 30 de agosto das 9h às 19h de segunda a sexta, e a visitação é gratuita.

VOLTAR