NOTÍCIAS BRDE

Finep apresenta fontes de financiamento à inovação durante a Mercoagro

Por: Imprensa - SC

 Workshop é parte da programação da Mercoagro On Business, iniciativa conjunta da ACIC e do BRDE 

A inovação tecnológica é um dos pilares da Mercoagro, maior feira do setor de processamento de proteína animal da América Latina. Dentro deste cenário, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE e a ACIC desenvolveram uma atividade paralela à feira para trazer informações sobre tendências e fontes de financiamento para a inovação disponíveis para expositores e visitantes da Mercoagro.
Nesta quarta-feira, o diretor regional Sul da Finep, João Florêncio da Silva, apresentou as linhas de financiamento do órgão de fomento federal na Mercoagro On Business. Florêncio explicou que a Finep atua principalmente em três frentes de suporte à inovação: subsídios e recursos não reembolsáveis – por meio de editais e chamadas públicas, financiamento direto e por meio de agentes como o BRDE, e ainda investimento em participações em empresas diretamente e via fundos de investimento.
Nos financiamentos diretos, a Finep atende empresas que pretendem financiar projetos acima de R$ 10 milhões. Para valores menores, os empreendedores podem procurar os agentes repassadores de recursos, como é o caso do BRDE, que é líder em repasses da linha Finep Inovacred no País.
“A Finep financia empresas e projetos de todos os portes, inclusive startups e empresas de alto risco, neste caso por meio das participações diretas”, explicou.
O diretor explicou ainda que não é necessário ter um projeto de inovação disruptivo ou inédito no mundo para conseguir captar recursos da Finep. “Por meio da linha Finep Inovacred, por exemplo, é possível financiar não só a pesquisa e o desenvolvimento de um produto, mas todas as etapas posteriores, como o início da produção a partir de um protótipo, a logística e distribuição, o marketing e todos os processos e necessidades para colocar aquele produto no mercado”, detalhou.
Para Florêncio, além das taxas de juros atrativas, um dos grandes diferenciais da Finep são os prazos de carência e de amortização mais longos nos financiamentos diretos. “As taxas de juros variam de projeto para projeto, no caso do financiamento direto. Quanto maior o grau de inovação e maior a relevância da inovação, menores serão as taxas”, explicou.
Já na linha de repasse Inovacred, a Finep financia projetos de R$ 150 mil a R$ 10 milhões. Os valores variam de acordo com o porte da empresa:
Microempresas e EPPPs com receita de até R$ 4,8 milhões podem financiar de R$ 150 mil a R$ 3 milhões. As pequenas empresas com receita entre R$ 4,8 milhões e R$16 milhões podem financiar os mesmos valores. Já as médias empresas, que faturam de R$ 16 milhões a R$ 90 milhões, podem financiar até R$ 10 milhões.
As Microempresas, EPPPs e pequenas empresas podem contar ainda com alinha de crédito Inovacred Expresso, que limita os pedidos de financiamento a R$ 200 mil.

VOLTAR