FAQ

FAQ

Qual é a taxa de juros praticada pelo BRDE em seus financiamentos?

A taxa de juros praticada depende da linha de financiamento tomada pelo cliente. O BRDE trabalha com taxas pré-fixadas, em sua maioria relacionadas aos Programas Agrícolas do Governo Federal, e taxas pós-fixadas, normalmente compostas de uma parcela fixa e uma parcela variável, como a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) ou a cesta de moedas do BNDES.

Qual é o prazo total dos financiamentos do BRDE?

No financiamento de projetos de investimento, incluindo obras civis, máquinas e equipamentos, o prazo do financiamento será determinado em função da capacidade de pagamento do empreendimento, da empresa ou do grupo econômico. O prazo total é a soma dos prazos de carência e de amortização.

Nas operações de aquisição de equipamentos – Finame, destinadas somente à aquisição isolada de máquinas e equipamentos o prazo total fica limitado a 60 meses, com algumas exceções. Porém, na linha Finame Agrícola este prazo aumenta para 96 meses, com exceções. Consultar um analista para maiores detalhes caso a caso.

Qual o tempo para a concessão do financiamento?

O tempo para a concessão do financiamento depende da complexidade da proposta apresentada além da disponibilidade de informações sobre a empresa e o empreendimento. A presteza no fornecimento da documentação solicitada é fator determinante para a velocidade com que tramitará a solicitação do financiamento.

Qual o valor mínimo dos financiamentos do BRDE?

Para microempresas e empresas de pequeno porte, enquadradas no programa BRDE/MICROEMPRESA: R$ 50.000,00.
Demais casos’: R$ 216.656,20.
Quando for financiamento rural, as operações abaixo de R$ 216.656,20 deverão ser encaminhadas por intermédio das instituições conveniadas. O valor mínimo de cada operação depende de cada conveniada.

Quem pode obter financiamento no BRDE?

Pessoas físicas:
Domiciliadas e residentes no país, na condição de produtor rural ou transportador autônomo de cargas ou passageiros.
Pessoas jurídicas:
De Direito Privado, sediadas no Brasil, cujo controle efetivo seja exercido, direta ou indiretamente, por pessoa física ou grupo de pessoas físicas, domiciliadas e residentes no Brasil, e nas quais o poder de decisão esteja assegurado, em instância final, à maioria do capital votante representado pela participação societária nacional;
De Direito Privado, sediadas no Brasil, cujo controle seja exercido, direta ou indiretamente, por pessoa física ou jurídica domiciliada no exterior, desde que, na forma da legislação vigente, o BNDES disponha de recursos captados no exterior ou o Poder Executivo autorize a concessão de colaboração financeira;
Empresário individual, desde que exerça atividade produtiva e que esteja inscrito no Registro Público de Empresas Mercantis (RPEM) e no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ.
Administração Pública Direta e Indireta: órgãos e empresas públicas das esferas Federal e Municipal.
Cooperativas, associações e fundações, com sede e administração no Brasil.